RONCOS DOS MOTORES NAS CARREATAS


Você é a favor das carretas ?  em Cuité a  “Coligação Um Novo Tempo Para Cuité” deu a primeira partida , já a “Coligação Cuité Segue em Frente” ainda  com os carros estacionados, estão aquecendo as turbinas . Em  Campina Grande a carreata deve ser banida pelas coligações , em João Pessoa os candidatos devem firmar acordo e engrenar marcha ré.  No final são carros nas ruas, sem uso de cintos, alguns motoristas alcoilizados enfim desrespeito as leis de trânsito ...  



Entre os candidatos de João Pessoa , a maioria defende o fim das carreatas. Dos sete nomes que disputarão a prefeitura na Capital, apenas um se declarou favorável a este tipo de manifestação: a candidata Lurdes Sarmento (PCO). Candidata a prefeita de João Pessoa pela 5ª vez, ela diz que nunca realizou nenhuma, mas defende a prática. “Sou a favor de qualquer manifestação pública, incluindo as carreatas. Sou contra qualquer tipo de proibição, pois julgo que a Justiça já interfere demais no processo eleitoral”, explicou.

Já a candidata Estelizabel Bezerra (PSB) já tem duas carreatas marcadas na agenda, para os dias 5 e 30 de agosto das 9h às 17h. Mas isso não significa que ela defenda o evento, como explicou. “Sou a favor de uma campanha mais saudável e acho positivo o fim das carreatas, que agridem o meio ambiente com a emissão de gases e produção de barulho e complicam o trânsito da capital”.

A postulante explicou que não dá prioridade ao evento, mas que acabou incluindo-os em sua agenda de uma forma estratégica. De acordo com ele, não seria possível identificar se outros candidatos fariam carreatas, havendo o temor de não conseguir marcá-las caso necessário. “Fizemos uma agenda política tradicional e marcamos as carreatas porque se os outros candidatos fizerem, nós não poderemos deixar de fazer”, garantiu.

O candidato do PMDB, o ex-governador José Maranhão, disse que não pretende realizar nenhuma carreata em sua campanha. “Eu acho que as carreatas é uma atividade de retorno duvidoso, sem falar que causa vários transtornos ao meio ambiente, ao trânsito e principalmente a população”, afirmou o postulante.

O candidato do PT, deputado estadual Luciano Cartaxo, reafirmou que é contra realização de carreata na cidade. O petista informou que as substituirá por caminhas e passeios ciclísticos. “Vamos abolir as carretas de nossa campanha. Queremos estar perto das pessoas e as caminhadas e os passeios ciclísticos é que vão nos proporcionar isso”, destacou.

A coligação que defende o nome do senador Cícero Lucena, pelo PSDB, é outra que não fará carreatas na Capital. De acordo com o coordenador da campanha, o deputado federal Ruy Carneiro, o grupo foi o primeiro a se declarar contrário a esta manifestação. “Estou a frente da campanha há quatro meses e já me dizia contra as carreatas e a pintura nas paredes”, declarou.

Radical, candidato a prefeito pelo PSTU, se posicionou contrário a realização de carretas e adiantou que não se utilizará desse artifício em sua campanha. Segundo ele, esta é uma forma que alguns candidatos utilizam para demonstrar o poder econômico de suas campanhas. “Essa é uma forma de mostra o abuso econômico de alguns candidatos que utilizam recursos de forma obscura”.

Disputando a Prefeitura da Capital pelo PSOL, o professor Renan Palmeira é mais um que é contra a realização de carreatas. De acordo com ele, a campanha será pautada por caminhadas nos bairros e ‘bicicleatas’. “Nós vamos realizar atividades ecologicamente corretas.


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.