SEMINÁRIO DO PSB EM JOÃO PESSOA É MARCADO POR PROTESTO


O seminário do PSB da Paraíba foi marcado com protesto na capital, vários Agentes Penitenciários Concursos que ainda não foram nomeados pelo governo do estado fizeram um tremendo barulho na frente do SEBRAE, local onde foi realizado neste sábado (24) o Seminário com candidatos eleitos pelo PSB na Paraíba.
Os agentes acamparam na frente do Shopping SEBRAE, munidos de apitos, nariz de palhaço, carro de som, faixas e palavra de ordem foi à recepção ao governador, Ricardo Coutinho. Uma agente que estava no protesto afirmou que o governador convocou até a PM com metralhadoras para o local.

Ainda por volta das 16 horas, agentes penitenciários aguardavam a saída do governador das dependências do auditório do SEBRAE, na porta que dava acesso ao auditório havia seguranças com camisetas do evento para impedir a entrada dos protestantes. Alguns agentes do comando do protesto se reservaram nas duas entradas do SEBRAE para tentar falar com o governador. “estamos lutando pelo nosso direito” afirmou Renan um dos lideres do movimento.

A deputada pelo estado de São Paulo, paraibana Luiza Erundina foi uma das palestrantes do evento, o governador Ricardo Coutinho como presidente de honra do partido fez questão de lembrar os avanços em obras pelo interior do estado. O evento teve a finalidade de planejar ações para as gestões dos 35 prefeitos eleitos, 23 vice-prefeitos e 215 vereadores.


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. É isso mesmo, nós queremos restituir nosso direito que foi usurpado e não podemos simplesmente aceitar sem lutarmos, nós cidadãos temos que aprender a lutar pelos nossos direitos, porque é por não lutar que as injustiças acontecem assim como se nós fossemos palhaços.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.