BURRO ELÉTRICO E PROJEGUE

Considero maus tratos, som alto pode causar danos à audição do animal. O ‘Burro Elétrico’ é uma invenção de um desconhecido no sertão, segundo o Blog Folha do Sertão essa é uma criatividade associada à tecnologia para esquecer a seca no sertão. Outra novidade é o Projegue um programa para comercialização e exportação do animal.

A  ideia do ‘burro elétrico’  foi montar uma boa caixa de som equipada com quatro alto-falantes e dois twitter e trocar pela cangalha que geralmente é usada no burro para carregar água ou alimentos para os animais.

O  Brasil tem estudado  um acordo com a China para exportar burros e assemelhados jumentos do nordeste , onde servirão de cortes para fábrica dos chineses fazer produtos de beleza e etc.

Rio Grande do Norte é o primeiro estado nordestino que exportará o Jegue , que ficou esquecido como meio de transporte após as motos aparecerem. O nosso jegue agora vai ter valor , poderá entrar em extinção pela lei da oferta e procura dos chineses  que abate em média 1,5 milhão de burros ao ano.


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.