LEI SECA :VEREADOR E EMPRESÁRIO AUTUADOS POR NEGAR FAZER BAFÔMETRO


O empresário George Henrique Crispim, de 41 anos, foi detido neste sábado (22), após provocar um acidente, no bairro Jardim Luna, em João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, o acusado apresentava sinais de embriaguez e estava em alta velocidade. Já o suplente de vereador de Campina Grande, Fabrini Gaudêncio Brito, foi pego durante uma blitz na Capital paraibana.
Ele estava com a documentação do veículo atrasada e se negou a fazer o teste do etilômetro. Os dois motoristas foram enquadrados nas novas regras da Lei Seca e receberam – cada um – multa no valor de R$ 1.915,30.

Ainda segundo a polícia, George Henrique dirigia uma camioneta importada e blindada Land Rover Discovery, de placas MOU 5534, quando colidiu em um muro de uma casa após passar em alta velocidade por um quebra-molas.

Os policiais de trânsito informaram que antes do carro invadir uma residência, o empresário bateu um veículo que estava estacionado. Após o ocorrido, de acordo com a PM, George Henrique tentou se evadir do local, mas foi contido por populares. Ninguém ficou ferido durante o acidente.

O empresário se negou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhado para o Distrito Integrado de Segurança Pública de Manaíra (Disp). Ele assinou o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), foi enquadrado na nova lei seca e vai pagar multa de R$ 1.915,30. George Henrique foi liberado.

Flagrado em blitz

Durante uma blitz de trânsito realizada na madrugada deste domingo (23), na Rua Mirian Barreto, no bairro do Bessa, o suplente de vereador campinense, Fabrini Galdêncio Brito, teve seu veículo modelo Golf apreendido por estar com a documentação irregular. O político se negou a se submeter ao teste do bafômetro e, de acordo com as novas regras da Lei Seca, ele recebeu multa de R$ 1.915,30, e teve a carteira de habilitação cassada.

Na mesma blitz, vinte e um motoristas dirigindo sob efeito do álcool foram flagrados e 2 foram conduzidos à delegacia. Durante a fiscalização, foram abordados 227 veículos e todos os condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia. Quatro veículos foram apreendidos. Entre eles, três estavam com o licenciamento em atraso o que é considerado infração gravíssima, com 7 pontos na carteira nacional de habilitação e multa de quase R$200.

As alterações na chamada Lei Seca foram publicadas no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 21, com efeito imediato. O valor da multa, que era de R$ 957,70, passou para R$ R$ 1.915,40. Se houver reincidência em até 1 ano, a multa é dobrada, sendo elevada para R$3.830,80 .

Portal Correio


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.