LEI SECA :VEREADOR E EMPRESÁRIO AUTUADOS POR NEGAR FAZER BAFÔMETRO


O empresário George Henrique Crispim, de 41 anos, foi detido neste sábado (22), após provocar um acidente, no bairro Jardim Luna, em João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, o acusado apresentava sinais de embriaguez e estava em alta velocidade. Já o suplente de vereador de Campina Grande, Fabrini Gaudêncio Brito, foi pego durante uma blitz na Capital paraibana.
Ele estava com a documentação do veículo atrasada e se negou a fazer o teste do etilômetro. Os dois motoristas foram enquadrados nas novas regras da Lei Seca e receberam – cada um – multa no valor de R$ 1.915,30.

Ainda segundo a polícia, George Henrique dirigia uma camioneta importada e blindada Land Rover Discovery, de placas MOU 5534, quando colidiu em um muro de uma casa após passar em alta velocidade por um quebra-molas.

Os policiais de trânsito informaram que antes do carro invadir uma residência, o empresário bateu um veículo que estava estacionado. Após o ocorrido, de acordo com a PM, George Henrique tentou se evadir do local, mas foi contido por populares. Ninguém ficou ferido durante o acidente.

O empresário se negou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhado para o Distrito Integrado de Segurança Pública de Manaíra (Disp). Ele assinou o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), foi enquadrado na nova lei seca e vai pagar multa de R$ 1.915,30. George Henrique foi liberado.

Flagrado em blitz

Durante uma blitz de trânsito realizada na madrugada deste domingo (23), na Rua Mirian Barreto, no bairro do Bessa, o suplente de vereador campinense, Fabrini Galdêncio Brito, teve seu veículo modelo Golf apreendido por estar com a documentação irregular. O político se negou a se submeter ao teste do bafômetro e, de acordo com as novas regras da Lei Seca, ele recebeu multa de R$ 1.915,30, e teve a carteira de habilitação cassada.

Na mesma blitz, vinte e um motoristas dirigindo sob efeito do álcool foram flagrados e 2 foram conduzidos à delegacia. Durante a fiscalização, foram abordados 227 veículos e todos os condutores foram submetidos ao teste de alcoolemia. Quatro veículos foram apreendidos. Entre eles, três estavam com o licenciamento em atraso o que é considerado infração gravíssima, com 7 pontos na carteira nacional de habilitação e multa de quase R$200.

As alterações na chamada Lei Seca foram publicadas no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 21, com efeito imediato. O valor da multa, que era de R$ 957,70, passou para R$ R$ 1.915,40. Se houver reincidência em até 1 ano, a multa é dobrada, sendo elevada para R$3.830,80 .

Portal Correio


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.