segunda-feira, 4 de março de 2013

PSB CUITÉ: CORRELIGIONÁRIO NA QUARENTENA E NO ESCANTEIO



Um correligionário de Tárcio Pessoa em Cuité, que prefere ficar no ‘anonimato’ ficou decepcionado com o novo político da região, o correligionário participou ativamente do último processo eleitoral, desde lá de quarentena aguardava compor a gestão de Ricardo Coutinho em Cuité. A espera foi tanta que o fez aceitar outros convites fora da Paraíba.

Quarentena, escanteio, esquecimento se aplicam na política pelas promessas não pagas. Políticos como RC era do tipo de dizer não  , mas tem mudado seu gesto como governador usando do mesmo expediente como é o caso com a ex-vereadora Marrocos (PSB) que não logrou êxito na reeleição para câmara em João Pessoa. Sandra Marrocos ensaiou um rompimento, mas fraquejou ainda na esperança de ser nomeada no primeiro escalão.

Outro fator quarentena são das pessoas que estivaram juntos na campanha do 40 muitos não conseguem, nem a vê a cor do cadastro para trabalhar nas obras do governo do estado em Cuité.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.