SEMANA SANTA SANGRENTA: 20 HOMICÍDIOS SOMENTE NA GRANDE JOÃO PESSOA

Taislane morreu com 17 facadas 

A onda de assassinatos não para na região metropolitana de João Pessoa. Entre a noite desta sexta-feira santa (29) e a manhã deste domingo (31), 20 homicídios foram registrados. Os últimos crimes ocorreram nos bairros do Altiplano Cabo Branco, João Agripino, Funcionários em Santa Rita.


Na madrugada deste domingo, o jardineiro Jonathan Micael Feitosa Barbosa (18) morreu depois de sofrer quatro tiros no bairro dos Funcionários I. Segundo a polícia, ele bebia com um amigo, que fugiu do local. As autoridades investigam para descobrir as causas e saber se o rapaz que bebia com a vítima fugiu para não ser assassinado ou se ele tem alguma responsabilidade no crime.

Na noite do último sábado, o auxiliar de serviços gerais, Carlos Alexandre Pereira dos Santos, (30), foi morto com dois golpes de faca no pescoço, no bairro João Agripino, na Capital. A polícia informa que os motivos do crime ainda são desconhecidos, mas disse que havia muitas garrafas de bebida, o que indica que a vítima pode ter ficado escessivamente embriagada.

Na tarde de sábado, dois assassinatos foram registrados. O primeiro crime ocorreu dentro de um bar em Santa Rita. O outro crime aconteceu no Altiplano Cabo Branco. As vítimas não foram identificadas e a polícia não tem pistas dos autores. Os corpos foram levados à Gerência de Medicina e Odontologia Legal, no bairro do Cristo Redentor.

No bairro do Jardim Planalto, em João Pessoa, João Paulo Ferreira dos Santos, 25 anos, foi assassinado a golpes de faca, na madrugada deste sábado, em frente à residência da mãe, na rua do Juá. Segundo informações de vizinhos, João Paulo bebia muito e ficava agressivo. O principal suspeito de cometer o homicídio é Alexsandro Ferreira dos Santos, irmão da vitima, que está foragido. A vitima já respondeu por porte ilegal de arma.

Já no bairro dos Ipês, um jovem foi morto e outro ficou gravemente ferido a tiros, na Avenida Tancredo Neves. A vítima, que era conhecida por “Nininho”, estava pilotando uma moto com um amigo na garupa, quando foi surpreendida por dois homens, que chegaram em uma moto preta e começaram a disparar contra os jovens. Nininho foi atingido com tiros na cabeça e morreu no local. Já o amigo, que não foi identificado, ficou gravemente ferido, sendo socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma em uma ambulância do Samu.

No bairro Altiplano Cabo Branco, também na Capital, o albergado Davidson Alexandre Jerônimo de França, 25 anos, foi executado com vários tiros na cabeça. Davidson, que cumpria pena por assalto, foi assassinado por dois homens que chegaram em uma moto. Um fato que chamou a atenção da polícia foi que os assassinos deixaram uma moeda de R$ 0,50 dentro da boca da vítima, que pode significar “pagou na mesma moeda”.

Portal Correio


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.