TSE ALTERA VAGAS DE DEPUTADOS , FICOU MAIS DIFÍCIL A ELEIÇÃO PARA DEPUTADO NA PARAÍBA


A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou em sessão na noite desta terça (9) a favor da alteração da composição das bancadas dos Estados na Câmara dos Deputados. Com a decisão, a Paraíba deve perder dois deputados federais e seis deputados estaduais já nas eleições de 2014.


A maioria se deu quando quatro ministros votaram pela alteração - um votou contra. O julgamento só termina após os votos dos sete ministros do tribunal. Segundo o ministro Marco Aurélio Mello, a mudança atinge 13 das 27 unidades da federação.

Perdem representação, de acordo com Marco Aurélio Mello, oito estados: Alagoas, Espírito Santo, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul; os que ganham, segundo o ministro, são Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Pará e Santa Catarina. Todos os demais estados mantêm o mesmo número de deputados.

O assunto foi levado a julgamento devido a uma petição da Assembleia Legislativa do Amazonas, que pedia o recálculo do número de vagas a que o Estado tem direito na Câmara dos Deputados.

A definição do número de deputados é atribuição da Justiça Eleitoral, com base na proporcionalidade da populução de cada um dos Estados.

Os ministros que votaram a favor da alteração das bancadas levaram em conta dados populacionais atualizados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As atuais bancadas foram formadas com base em dados de 1998.

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.