ELEIÇÃO 2014 MAIS DIFÍCIL NA PB : MÉDIAS DE VOTOS PARA SE ELEGER DEPUTADO ESTADUAL E FEDERAL


Em 2014, os eleitores vão eleger o presidente da República, governadores dos Estados, senadores (renovação de um terço do Senado), deputados federais. Na Paraíba, a quantidade de votos para eleger um parlamentar deverá aumentar em pelo menos 20% em relação à eleição de 2010 quando o quociente eleitoral (QE) para disputa de uma das 12 vagas de deputado federal foi de 167 mil votos e para uma das 36 vagas de deputado estadual, 55,5 mil votos.


Para o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-PB, os partidos, coligações e os próprios candidatos paraibanos terão que trabalhar para aumentar a votação em mais 33 mil votos para Câmara dos Deputados e mais de 11 mil votos para Assembleia Legislativa da Paraíba, de acordo com a última decisão do TSE, em abril passado, que reduziu o número de vagas no Estado. “Com base no resultado das eleições de 2010, o QE para eleger um deputado federal, na Paraíba, será de, aproximadamente, 200 mil votos. Já para o cargo de deputado estadual serão necessários, em média, 67 mil votos”, disse.

Segundo Leonardo Lívio, no entanto, o QE exato só pode ser obtido de fato ao final de cada votação, pois é calculado a partir dos votos válidos apurados. Ele lembrou que nas eleições de 2010, por exemplo, o número de votos válidos foi de aproximadamente dois milhões, com uma abstenção de 20% e o percentual de votos nulos e brancos de 10%.

TSE decidiu reduzir de 12 para 10 vagas de deputado federal e de 36 para 30 os deputados estaduais.


MaisPB com assessoria 
Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.