RICARDO E CARTAXO DIVIDIRAM ESPAÇO NA MESMA AGENDA OFICIAL DO MINISTRO


O governador Ricardo Coutinho (PSB) e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), dividem os mesmos espaços durante este quarta-feira (08) em, pelo menos, dois momentos ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Ele cumpre agenda oficial durante a manhã e tarde em João Pessoa, recebe homenagens e lança programas do Governo Federal que visam reduzir os índices de crimes violentos contra a pessoa.


Será a primeira vez, desde antes da campanha das eleições passadas, que Ricardo e Cartaxo estarão tão próximos. A visita do ministro também é encarada pelo PSB, partido do governador, como uma estratégia do Palácio do Planalto para ocupar os espaços do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pré-candidato à Presidência da República.

José Eduardo Cardoso terá encontros reservados com o prefeito de João Pessoa e com o governador do Estado. Sua agenda oficial começou às 9h, na sede do Ministério Público do Estado, quando recebeu, em sessão solene, a 'Medalha de Mérito José Américo de Almeida'. O ex-ministro José Américo de Almeida é o patrono do MPPB e dá nome à honraria da Casa.

O ministro segue para a Câmara de Vereadores, onde recebe o título de Cidadão Pessoa. A proposta da outorga foi de autoria do vereador Fernando Milanez (PMDB). Após a solenidade, prevista para ter início às 11h, o ministro da Justiça vai com uma comitiva de autoridades e convidados seletos para um almoço em um restaurante na orla do Cabo Branco.

Seu compromisso seguinte é um encontro reservado com a presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargadora Mária de Fátima Bezerra Cavalcanti.

A visita do ministro Eduardo Cardozo ao Tribunal de Justiça da Paraíba é marcada pelo ato de assinatura de Acordo de Cooperação para apoiar o programa ‘Brasil mais Seguro’. O ministro será recebido pela desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, às 14 h.

Às 16h, no Palácio da Redenção, com a presença do prefeito de João Pessoa, Cardozo lançará dois programas de combate à violência na Paraíba. Os recursos serão na ordem de R$ 100 milhões.

O objetivo dos programas é reduzir crimes letais contra a vida principalmente na Região Metropolitana de João Pessoa. A Paraíba é o segundo Estado onde o programa 'Brasil Mais Seguro' é lançado. O primeiro foi Alagoas.

Além deste programa, o ministro lança o 'Crack, é Possível Vencer', voltado ao combate do avanço da droga. Os programas têm como foco a recuperação de delegacias, o fortalecimento do serviço de inteligência das polícias, o enfrentamento às drogas, o combate às organizações criminosas, a melhoria do sistema prisional, a segurança pública para grandes eventos, a criação do Sistema Nacional de Informação em Segurança Pública e a redução da criminalidade violenta.

Brasil Mais Seguro

O programa Brasil Mais Seguro tem por objetivo induzir e promover a atuação qualificada e eficiente dos órgãos de segurança pública e do sistema de justiça criminal, focado na qualificação dos procedimentos investigativos e na maior cooperação e articulação entre as Instituições de Segurança Pública e o Sistema de Justiça Criminal (Poder Judiciário e Ministério Público).

O Brasil Mais Seguro prevê três eixos de atuação: melhoria da investigação das mortes violentas; fortalecimento do policiamento ostensivo e de proximidade (comunitário); e controle de armas.

O programa foi instalado em Alagoas há dez meses e a parceria entre os governos federal e estadual demonstrou que o Estado conseguiu o melhor resultado na redução dos índices da violência no período, cerca 12% no Estado e 23% na capital Maceió.

Crack, é Possível Vencer

As chaves da primeira base móvel de monitoramento do programa Crack, é Possível Vencer, foram entregues ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em São Paulo, no início do mês passado. As bases – ônibus equipados com câmeras e computadores e que podem ser usados em ações de observação e investigação - serão utilizadas para monitoramento nas cidades que já aderiram ao Programa. Com investimento de R$ 49 milhões, 70 unidades chegarão aos 27 estados.

O programa Crack, é Possível Vencer, é executado em parceria pelos ministérios da Justiça, da Educação da Saúde e do Desenvolvimento Social e os governos estaduais e prefeituras. Desde 2012, programa Crack é Possível Vencer entrega equipamentos de segurança pública para as unidades da federação. Fazem parte desse pacote armas de menor potencial ofensivo, motos, carros, entre outros.

Além das 20 câmeras, que permitem a visualização da venda e do consumo de drogas, os ônibus têm banheiro e funcionam como escritórios bem equipados.

Perfil

José Eduardo Cardozo é paulistano e bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), mestre pela mesma instituição e professor da Faculdade de Direito da PUC-SP. Também é Procurador (licenciado) do Município de São Paulo.

O advogado paulistano foi vereador de São Paulo por três mandatos e presidiu a Câmara Municipal durante dois anos, tendo atuação destacada na apuração da CPI da Máfia das Propinas, que combateu a corrupção e resultou na cassação de parlamentares envolvidos na prática de atos de improbidade.

Também cumpriu dois mandatos como deputado federal por São Paulo, quando presidiu a Comissão Especial da Reforma do Poder Judiciário, defendendo um Judiciário forte, ágil e democrático. Foi escolhido como um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).



Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.