JORNALISTA DIZ QUE MÉDICA CUBANA TÊM CARA DE EMPREGADA DOMÉSTICA

Nosso comentário: Essa é uma realidade , vivemos em um país ainda  racista . Muitos não reconhecem nossas origens e discriminam a bel prazer os seus semelhantes , foi assim que uma jornalista potiguar fez um comentário no seu perfil social 'facebook' . Apagou ,mas não foi rápida o bastante para deletar e copiaram  o seu status , mesmo que deletado não livra do pensamento discriminatório  contra a cor da pele e a classe trabalhadora doméstica . A jornalista duvida da capacidade dos médicos e médicas cubanas , será que eles entendem de Dengue? . A jornalista só pode estar com febre , hora uma das medicinas de ponta no mundo e na prática de  prevenção a doenças é exatamente na Cuba. Um ano de avanço na classe trabalhadora doméstica que teve reconhecimento previdenciário , uma jornalista que deveria exatamente acrescentar o respeito , diminui. 


Veja matéria :

A  jornalista potiguar Micheline Borges publicou em seu Facebook que “médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência”, o que ela não teria percebido nos profissionais cubanos; "coitada da nossa população. Será que eles entendem de dengue? E febre amarela? Deus proteja o nosso Povo”, afirmou, destilando preconceito e ignorância; diante da repercussão negativa, a jornalista excluiu sua conta na rede social

27 DE AGOSTO DE 2013 ÀS 19:27

247 – Não é apenas a classe médica que tem se insurgido contra o programa “Mais Médicos” e a vinda de profissionais cubanos para o Brasil, com ações preconceituosas. Na tarde desta terça-feira, a jornalista potiguar Micheline Borges engrossou o coro de impropérios contra os cubanos que já estão no país, em uma postagem no Facebook, gerando uma onda de revolta nas redes sociais. “Me perdoem se for preconceito, mas essas médicas cubanas tem uma cara de empregada doméstica. Será que são médicas mesmo? Que terrível”, disse. Teria ela se inspirado em certos colunistas da velha mídia que compararam os médicos cubanos a escravos?

Para a jornalista, “médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência”, o que ela não teria percebido nos profissionais cubanos. “Coitada da nossa população. Será que eles entendem de dengue? E febre amarela? Deus proteja o nosso Povo”, completou.

Diante da repercussão negativa, a jornalista deletou sua conta no Facebook, mas imagens com  infeliz comentário continuam repercutindo muito nas redes sociais. Micheline tem sido acusada de racismo. Pelo Twitter, o ex-deputado federal Luiz Eduardo Greenhalgh (PT) engrossou o coro contra a jornalista. Para ele, ato foi exemplo de “canalhice e racismo”.

Fonte 247
Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.