CUITEENSE RAFAEL DO VALE GANHA PRÊMIO LITERÁRIO


O cuiteense , Rafael do  Vale é mais um destaque na poesia regional  , o jovem recebeu o Prêmio Literário de Poesia Demócrito Humberto Da Fonseca Júnior 2013 ,uma renovação na literatura de Cuité coloca em evidência novos nomes como ainda na poesia  Emyle Farias e  na literatura de Cordel  Derivan Araujo. Veja o verso Cabelo Cor de Ouro que deu o prêmio a Rafael do Vale:





Cabelo cor de ouro

Em uma nova versão
A partir de hoje passa
A ser minha inspiração
Já que ela é a nova
Dona do meu coração.

Teu jeito me fascina
Teus olhos são demais
Desde que te conheci
O teu sorriso faz
Este poeta a cada dia
Te amar cada vez mais.

Foi bom te encontrar
Foi bom te conhecer
Um laço especial
Começou a nascer
Desde aquele dia
Que eu conheci você.

Madrugada a fora
Procuro te encontrar
Nos sonhos não te vejo
Não consigo nem sonhar
Forte é a lembrança
Que insiste em ficar.

Namorar, noivar e casar
São indispensáveis sabores
Sou sim um romântico
Que guardo meus valores
Sou daqueles que conquista
Com versos e belas flores.

Não sei até quando
Vou te amar em segredo
Preciso criar coragem
E perder este medo
Que me faz hoje ser
Do amor um brinquedo.

Cabelo cor de Ouro
Chegou tão de repente
Acorrentou meu coração
Mudou a minha mente
Faz meu dia ter mais brilho
E minha noite ser mais quente.
Te olho sempre de longe
Pra você não perceber
Nada explica nada impede
O meu coração bater
Muito mais acelerado
Toda vez que te ver.

Sei que este sentimento
Não é de um sonhador
É de alguém que te ama
E quer te dar valor
Fazer você provar
Do verdadeiro amor.

Sinto a sua ausência
Te procuro e não vejo
Ficar perto de você
Hoje é o meu desejo
Provar do teu carinho
Do teu abraço e teu beijo.

Por trás do simples verso
Existe a realidade
De um cara que busca
A sua felicidade
Nos braços de quem
O ame de verdade.

O cabelo cor de Ouro
Realmente me fascina
Rostinho de boneca
Doce jeito de menina
Olhos lindos que encantam
E a amar me ensina.

Sinto muita saudade
Daquele seu abraço
Do beijo acompanhado
Daquele bom amaço
Sem você não há sentido
Em nada me desfaço.

Sinto falta do seu beijo
E do seu lindo olhar
Que fez eu um dia
Por você me apaixonar
E me faz até hoje
Loucamente te amar.

Tão bela quanto à lua
Que está logo ali
Beleza como a sua
Confesso, nunca vi
Realmente encantastes
O coração de Aldair.

Linda como a lua
Que nas noites aparece
Bela como o Sol
Que no frio me aquece
Por isso que de ti
Minha mente não esquece.

Não suporto a ideia
De ficar sem te ver
Meu amor é gigante
Não há como esconder
Hoje eu tenho tudo
Pois meu tudo é você.

Mandei uma mensagem
Você não me respondeu
Fiquei até pensando
Que você me esqueceu
Saibas que meu amor
Será pra sempre seu.

A chuva cai na terra
O sol brilha no céu
Os passarinhos cantam
As abelhas geram mel
E quem te ama tanto
Te faz este cordel.

Sou mesmo um teimoso
Que não quer te esquecer
Sou mesmo um romântico
Que não para de escrever
Sou mesmo este louco
Apaixonado por você.

Ficar longe de você
Eu não quero nem consigo
Quero sentir o teu perfume
E ser mais que seu amigo
Quero hoje lhe propor
Quer namorar comigo?






Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.