DEPOIS DO RELÓGIO DE PEDRA , OLIVÂNIO MAIS UMA VEZ A PEDRA NO SAPATO DE BUBA EM 2014


O vereador, Olivânio (PT) e pré candidato a deputado estadual se coloca mais uma vez como opção feito um relojoeiro para reparar a máquina administrativa de Picuí. Se a gestão não engrenar no tempo certo do relógio de pedra, Olivânio pode dar o direcionamento. A pré candidatura de Olivânio agora em 2014 estar consolidada no tempo, ganhará musculatura com a dobradinha  ao pré candidato a federal, Lucélio Cartaxo (PT) onde poderá receber a maior votação na região. Sabedor da geografia compreende  que o tempo passa e na falta do relógio de água, serve o de pedra e pré candidatura de Olivânio pode ser mais uma vez aquela pedra que incomoda no sapato de políticos.


Buba corre contra o tempo, para mostrar que fez uma gestão exitosa em Picuí para conquistar votos. Olivânio não ficará parado olhando  o tempo passar, é preciso ver e fazer adiante os acontecimentos políticos. Só o tempo dirá, se a eleição de Olivânio pontuar bem em Picuí o credenciará para disputar o pleito de 2016 no tempo certo como prefeito.

Contemplam o relógio de pedra recém inaugurado em Picuí a deputada Gilma e o prefeito Acácio talvez esperando 2016 chegar, já os vereadores Olivânio e Jozelma de Aguifá aguardam o prefeito agendar no seu relógio digital à hora de investir assim como foi no relógio de pedra, pedras de paralelepípedos nas ruas das periferias.     


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.