quinta-feira, 27 de março de 2014

A SÍNDROME DO SEGUNDO LUGAR E A EFICIÊNCIA NOS MÉTODOS DOS INSTITUTOS DE PESQUISAS.

Em campanhas eleitorais, as famosas pesquisas de intenção de voto tem o objetivo de cair “na boca do povo”, tornando-se objeto de acaloradas discussões. E os que nelas aparecem como líderes, defendem que são o retrato fiel da realidade porque estão ganhando.

A pesquisa quer então não apenas revelar, mas criar e formar opiniões no processo eleitoral.

Outro fenômeno interessante na Paraíba, é que as as pesquisas eleitorais experimentam desde 2002 o que eu chamo no marketing eleitoral  de “Síndrome do Segundo Lugar”.

O que é típico desta “síndrome”, é que as pesquisas iniciais de pré-campanha que os institutos locais promoviam  e colocavam determinado candidato em segundo lugar, este candidato é que tem sido contemplado pelos eleitores paraibanos com os votos da vitória.

Será que a maioria das pesquisas divulgadas na mídia são encomendadas por grupos políticos como estratégia de marketing, também para o lançamento de suas candidaturas ou já como marketing de campanha?

Leia mais sobre isto no
http://www.pontodivista.com.br/2014/03/a-sindrome-do-segundo-lugar-e.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.