DUAS CENAS EM COMUM? JOAQUIM BARBOSA E O TAPINHA NAS COSTAS. RICARDO COUTINHO E O TAPINHA NAS COSTAS

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa, disse que o " - Brasil é o país dos conchavos, do tapinha nas costas - " na madrugada deste domingo (23) em entrevista ao canal GloboNews. 

Joaquim Barbosa é conhecido no STF e na magistratura como uma pessoa intolerante quanto ao diálogo e de ações ditatoriais e segundo a Associação de Magistrados do Brasil (AMB) , Barbosa tem sido acusado em sua gestão a frente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de coronelismo e canetaço.

Na Paraíba, um cenário muito parecido, apesar de ambos ocuparem cargos muito diferentes, as críticas do PSDB e do senador Cássio tem o mesma marca que as críticas ao presidente do STF, e o que impressiona é que a resposta do governo, que foi anterior, é bem parecida com a afimação de Joaquim Barbosa,  : “- O povo cansou de sorrisos no rosto, tapinha nas costas de carinhas bonitas sem ações verdadeiras e efetivas para a vida da População - 

Bom, atualmente o consenso popular sobre o diálogo que a classe política, já bem desgastada,  tanto requisita, já é entendido nas rodas populares como “conchavo” e combinações um tanto quanto questionáveis éticamente. 

E porque depois do senador Cássio supostamente constatar tanta falta de diálogo e de sensibilidade humana por parte de RC, sua base e o seu apoio ficou com o governo uma mandato inteiro? Só houve rompimento no despontar das eleições de 2014?

Compartilhe no Google Plus

Quem é Eliseu Mariotti

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.