NO DIA QUE SE COMEMORA O FIM DA DITADURA O PRESIDENTE DO PT ESTADUAL DETONA CÁSSIO

O presidente do Partido dos Trabalhadores no Estado da Paraíba, Charliton Machado,  classificando a candidatura tucana ao Palácio da Redenção nas eleições deste ano como o maior estelionato político da história da Paraíba. 



Para  Charliton Machado a candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) não é  uma renovação. “Cássio representa o velho, o modelo de fazer política que exauriu na Paraíba”, disse e ainda acrescentou  “Não entendemos Cássio como renovação, tão pouco como oposição, ele representa um projeto que a Paraíba já vivenciou e que travou o Estado”, disse o  presidente do PT estadual que cuiteense .

A fala de Charlinho  foi a primeira de muitas onde o PT vai centrar fogo , contra o candidato do PSDB que vai garantir palanque oficial do presidenciável Aécio Neves,  mudou tudo com a confirmação da pré candidatura de Cássio o alvo principal não é mais o governador Ricardo Coutinho.

O presidente do PT paraibano lembra ainda que Cássio quando governador  não melhorou os índices educacionais, não diminuiu o índice de violência, não melhorou as políticas de investimento na saúde, como também não avançou nas políticas de cidadania. “Queremos apostar na renovação, para que a Paraíba enfrente todos os “gargalos” históricos dessa concepção oligarca de fazer política”, concluiu Charliton Machado. 




Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. E, o que RC fez? Nada, só nos sugou em impostos. E a tirana da Dilma? Também não há renovação. PT, PSDB e PMDB faz parte de uma merda só.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.