ARENA DAS DUNAS :JAPONESES DIZEM QUE É COMUM COLABORAR COM A LIMPEZA DEPOIS DOS JOGOS

A torcida japonesa repetiu uma cena incomum e que rendeu diversos elogios nesta Copa. Após o empate em 0 a 0 com a Grécia, parte dos torcedores que se concentravam atrás de um dos gols da Arena das Dunas, em Natal, ficou no estádio recolhendo o lixo do chão.
A reportagem presenciou ao menos cinco jovens pegando papéis, pedaços de plástico ou restos de comida, e colocando em grandes sacos azuis que levaram para o jogo. Cerca de 30 minutos após a partida, essa parte da torcida permanecia no estádio, que já estava praticamente vazio. Um dos que recolhia o lixo era Sotaro Noda, 33. Consultor de uma empresa que trabalha com cuidados com o meio-ambiente no Japão, ele disse que considera o hábito de recolher lixo no estádio comum. "Fazemos sempre nos jogos no Japão", afirmou. Ele e outros dois amigos estavam em Recife -quando a ação surpreendeu os brasileiros e rendeu elogios nas redes sociais aos japoneses- e disse que vai assistir ao jogo contra a Colômbia, em Cuiabá, na próxima terça-feira (24). Perguntado se considera as cidades brasileiras sujas, ele sorriu e falou: "Um pouquinho." Até mesmo uma TV japonesa foi filmar os japoneses que estavam limpando o estádio. Mas surpreso mesmo o jornalista japonês ficou com o fato de a reportagem estar fotografando e entrevistando no local. "Os brasileiros estão surpresos?" e "O que estão pensando dos japoneses?", questionaram.

Foto internet 
Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Parabéns pra ele, aqui faz pena o brasileiro é muito sem educação.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.