VEJA CASO TELEXFREE: NOS EUA, PRISÃO PARA SÓCIOS ;NO BRASIL , CARREIRA POLÍTICA .

Carlos Costa, candidato a uma vaga de deputado federal, representa a empresa acusada de prática de pirâmide financeira no Brasil e declarou um patrimônio de mais de 13 milhões de reais; fraude da TelexFree é de mais de 1 bilhão de dólares.


O diretor de marketing, sócio e porta-voz da TelexFree no Brasil (que leva o nome de Ympactus), Carlos Roberto Costa, está se candidatando a uma vaga na Câmara. Costa filiou-se ao Partido Republicano Progressista (PRP) e quer concorrer ao cargo de deputado federal pelo Espírito Santo. 

Contudo, por obra da morosidade do Judiciário, não há nenhum impedimento conhecido que tire de Costa o direito de se candidatar. Enquanto nos Estados Unidos os dirigentes da TelexFree foram presos tão logo foram detectadas provas de que se tratava de um amplo esquema de pirâmide, a Justiça brasileira leva mais de um ano investigando o caso, sem que a acusação seja concluída. As investigações no Brasil começaram em maio de 2013, enquanto nos EUA, ocorreram no início de 2014. A prisão do presidente da TelexFree americana, James Merrill, foi decretada em maio deste ano. Outro sócio da empresa, Carlos Wanzeler, também teve a prisão decretada, porém fugiu para o Brasil antes de o mandado ser expedido.


Reprodução/VEJA
Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.