ELEIÇÕES 2014: TROPAS FEDERAIS PODERÁ CHEGAR A CAMPINA GRANDE

Grupos da militância do candidato a reeleição , governador Ricardo Coutinho criou o slogan “ Campina Grande não tem dono” e a política que parecia ser tranqüila em Campina Grande , promete se acirrar mais ainda na reta final. Para que o pleito transcorra na sua perfeita ordem as juízas de quatro zonas eleitorais da cidade , solicitaram  ao presidente do TRE-PB a presença de tropas federais.
 Ainda é viva a candidatura de Vitalzinho em Campina Grande , que já venceu e perdeu campanhas em Campina Grande contra o grupo cassista  e pelo  clima externos pós debates na cidade , certamente contribuiu para alertar  as autoridades.

O presidente do TRE -PB Saulo Benevides disse que as juízas alegaram o histórico de acirramento dos ânimos entre as correntes partidárias na reta final da disputa eleitoral.

“Não há registro de nenhum fato marcante que justifique a requisição das tropas ainda, mas as juízas consideraram o histórico das eleições anteriores e decidiram pedir a colaboração do Exército como medida preventiva. A solicitação será avaliada pela Corte e se for aprovada seguirá para o Tribunal Superior Eleitoral”,  essa foi a declaração do desembargador Saulo Benevides a imprensa.

O que nos chama a atenção é que em João Pessoa , até o momento não foi solicitado tropas federais , em Campina Grande é comum a presença das tropas , mas se existe um candidato forte super majoritário o clima da Borborema pensei que fosse outro.



Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.