HELICÓPTERO DA POLICIA MILITAR DA PB , INTERCEPTA FUGA DE BANDIDOS NA CAPITAL

A Operação 154, coordenada pela Delegacia de Crimes contra a Pessoa da Capital, prendeu 17 pessoas acusadas de 30 homicídios em João Pessoa. A ação, que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25), no bairro de Mandacaru, envolveu 200 homens das polícias Civil e Militar. A força policial contou com a participação do helicóptero Acauã, que interceptou a fuga dos criminosos pelo rio. Paralelamente, a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) também apreendeu 100 quilos de droga no bairro do Rangel.



O superintendente da 1ª Região Integrada de Segurança Pública (Reisp), Wagner Dorta, explicou que não houve a necessidade de um disparo sequer de arma de fogo para cumprir os mandados de prisão. “Nas outras operações realizadas no bairro de Mandacaru, constatamos que os criminosos sempre utilizavam como rota de fuga o rio. A utilização do helicóptero foi fundamental porque alguns queriam fugir utilizando jangadas. Conseguimos capturar os criminosos por conta da aeronave”, comentou.


Ainda de acordo com Wagner Dorta, no helicóptero Acauã havia policiais especializados do Grupo Tático Aéreo (GTA), armados com fuzis. Assim que os criminosos perceberam a aeronave, retornaram e as equipes de terra conseguiram executar as prisões.


Wagner Dorta ainda explicou que a Operação 154 foi realizada para cumprimento de mandados de prisão. “Foram mais de 30 homicídios praticados pelo grupo. A operação foi só em Mandacaru”, afirmou. “Já a apreensão de drogas foi em outra operação, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes. Foram apreendidos 100 quilos de droga durante a madrugada, no Rangel”, disse.


Operação 154 – A ação foi desencadeada na madrugada desta quinta-feira, por volta das 5h, e concluída às 6h. As investigações eram realizadas há quatro meses pela Delegacia de Homicídios da Capital. O foco é o combate a homicídios e, por consequência, o tráfico de entorpecentes.


Os homens suspeitos foram encaminhados para a Central de Polícia e devem ser transferidos para o Presídio do Roger. O nome da operação 154 faz referência ao somatório dos artigos nos quais são enquadrados os crimes de homicídio (artigo 121 do Código Penal) e de tráfico de drogas (artigo 33 da Lei de Entorpecentes, nº 11343/2006).


Balanço de prisões de pessoas acusadas de homicídio em 2014 – Com esta operação, a Delegacia de Homicídios da Capital já contabilizou 237 cumprimentos de mandados de prisão. “São 237 homicidas a menos circulando na sociedade”, ressaltou Wagner Dorta.


Secom-PB
Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.