terça-feira, 14 de outubro de 2014

ELEIÇÕES E A PICADA DA MOSCA AZUL NA PARAÍBA

O segundo turno é outra eleição, novo cenário anteciparam até mesmo as adesões.  Após um primeiro turno na disputa majoritária praticamente empatada na Paraíba se aguardava para onde migraria a sigla do PMDB, pois é inegável neste instante o peso político de Vital, Veneziano em Campina e Zé Maranhão pelo interior que consolidou a vitória de senador .
 Somente os Jr´s (Manoel e Trocolli) continuaram em apoio à candidatura de Cássio. E se diga de passagem, MJ sem fôlego para cumprir sua agenda na disputada proporcional, para voltar à câmara federal teve que contar com a soma da votação de Hugo Mota e se agarrar no cabeludo. O deputado Trocolli eleito pela média do seu partido, quase não chegava lá e ainda corre o risco de perder a vaga para o socialista Hervázio Bezerra, caso o TSE contabilize a votação do então candidato, Raoni Mendes.

A contra-ofensiva do PSDB se resume a picada da mosca azul do presidenciável Aécio Neves que anestesiou o PT e se alto  intitula de opção da mudança no Brasil, possa chegar à Paraíba como uma onda  azul das pesquisas em favor do candidato tucano Cássio Cunha Lima. 

O que parece que é a candidatura de Aécio será a tábua de salvação para o candidato tucano, pelo menos é o que o candidato a vice governador, Rui Carneiro deixou  transparecer em entrevista de rádio.

Em relação à adesão em massa ao PSB na Paraíba, como a do deputado estadual peemedebista Gervásio Filho, levando três prefeitos e 70 lideranças de 20 municípios de uma só vez por conta só vem a somar. Enquanto o PSDB da Paraíba se preocupa em desmentir algumas adesões em favor de Ricardo, o PSB desvia a atenção do seu adversário e conquista o PMDB dos maiores colégios eleitorais da Paraíba, entre eles o de Patos com Nabor/Chica Mota e Guarabira com os paulinos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.