NOVA FLORESTA OU NOVA FAROESTE DA PARAÍBA ?

Nesses primeiros dias de Janeiro de 2015, Nova Floresta localizada na microrregião do Curimataú ocidental já contabiliza na região o maior número de crimes de assassinatos, assaltos e apreensões de drogas sem contar com as vitimas do trânsito supostamente sobre efeito de álcool o que faz alguns munícipes afirmar que o nome da cidade não é  Nova Floresta e sim Nova Faroeste. Uma cidade com pouco mais de 11 mil habitantes e área territorial de 59 km² , viva a insegurança de uma cidade grande. 

Os parlamentos municipais têm reconhecido os comandos da policia local com títulos de cidadãos, mas saindo da “zona de conforto” o que falta é um plano de inteligência de Segurança Pública, ao implementar a POLICIA COMUNITÁRIA com estratégias organizacional fundamentada na defesa social , não é só com abordagens e ações ostensivas que irão combater a criminalidade,  muitas das vezes só chegam após o “delito”. Não quero dizer que as policias na região do Curimataú não tenham competência, a briosa policia tem trabalhado  prova disso no inicio deste ano teve um desmanche de uma quadrilha que atuava em Nova Floresta (PB) e Jaçanã (RN). 

É preciso operações pontuais e com mais freqüência pelo 9° BPM, que tem nas mãos uma árdua tarefa: Diminuir a criminalidade na região em relação ao ano passado. A bandidagem desafia as autoridades, na semana passada os poderes constituídos realizaram uma audiência em Nova Floresta como pauta a “violência”, em seguida mataram mais um.  

A polícia sozinha não vai chegar a lugar nenhum, é preciso parcerias de ações conjuntas à criminalidade, as pastas do executivo como a do Esporte, Educação, Cultura e Assistência Social como política de cultura da paz.  Os termos  “o lençol é curto” e “estão enxugando gelo” é comum no meio da segurança pública , isso se deve a falta do governo federal em “carimbar” recursos para a Segurança ,  até lá resta  reinventar a melhor forma de minimizar a crescente escala da violência no país.   

O 9°BPM  deve estreitar mais a relação com a comunidade local e cumprir as determinações operacionais do comando da PM e da Secretaria de Segurança. É preciso ter as forças policiais próximas das pessoas. A grande maioria da população é composta por pessoas de bem, portanto a ação está voltada a coibir o crime, mas também a ouvir a comunidade.


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Já soltaram a quadrilha e já começou os roubos novamente.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.