É CARNAVAL : EX -PREFEITO TEM DIREITOS POLÍTICOS SUSPENSOS E CONTINUA NA PRESIDÊNCIA DA FAMUP

O ex-prefeito de pedra Lavrada e atual presidente da FAMUP, Tota Guedes teve seus diretos políticos suspensos por três anos, mas continua no cargo de presidente da FAMUP. Afinal a Federação das Associações de Municípios da Paraíba não é uma entidade política? Seu “estatuto” ou “Regimento” talvez não conste o bom exemplo ou vida pregressa do gestor ou ex-gestor , todavia as regras do Estatuto mudem conforme o vento.


Pregar o municipalismo  , como exemplificar as prefeituras consociadas se o presidente foi condenado por ação de improbidade administrativa proposta pelo MPE ? Fica difícil até mesmo para o MP subscrever parcerias com a FAMUP para promover debates sobre “Gestão Pública”.

O afastamento do cargo de presidente seria razoável! Mesmo que recorra da decisão. Conforme acórdão no diário eletrônico do TJPB, Tota Guedes não poderá contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais pelo prazo de três anos, além de pagamento de multa civil equivalente a cinco vezes o valor da remuneração percebida do exercício do cargo de prefeito. 

As prefeituras ora consociadas, não poderão seguir orientações do atual presidente da FAMUP mesmo que “Faço o que mando e não faça o que fiz” quando gestor em Pedra Lavrada foram apontadas pelo MP irregularidades com gastos pessoal acima do previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); não aplicação do percentual mínimo em remuneração do magistério; não recolhimento das obrigações patronais e recolhimento a menor das contribuições previdenciárias.

As declarações de Tota Guedes  a imprensa paraibana  ao revelar  que não sabia da decisão  do MP e disse que vai recorrer. Com essa declaração sua assessoria jurídica precisa está mais atenta com o Diário Eletrônico do TJPB.  

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.