OBRA CONTINUA :SONDAGENS SÃO FEITAS NO EIXO DA CONSTRUÇÃO DA BARRAGEM DO JAPI EM CUITÉ

Uma equipe técnica de sondagem realiza trabalhos de sondagem, no eixo da Barragem Boqueirão do Japi na região do Curimataú paraibano, o açude irá inundar uma área de quase 700 hectares, sendo preservada a pedra com 3 metros contendo inscrições rupestres.

O secretário de Recursos Hídricos, João Azevedo confirmou que os recursos da obra da Barragem do Japi estão assegurados, ainda segundo o vereador cuiteense Marco Vinnicios Inácio (PSB) tem acompanhado a obra e desabafou contra aqueles do quanto pior melhor “este momento estou acompanhando a sondagem, no eixo da barragem boqueirão do Japi. Para quem diz que as obras não estão sendo tocadas venham conferir, saiam de seus assentos.” Disse o parlamentar

O secretário de Recursos Hídricos , confirmou a visita do então suplente deputado Charles Camaraense entre as pautas , a retomada da construção da barragem do japi. 

O verdadeiro DNA da obra da Barragem do Boqueirão do Japi é do governo Dilma e contra partida do governo do estado, secretário de estado Tárcio Pessoa também envidou esforços para que a obra saísse do papel, na época em 2013 foi o único que por diversas vezes foi a Brasília no intuito de assegurar recursos, onde em março de 2013 a obra foi licitada.  

O Assentamento Retiro dos Simões tem 6.050 hectares, com 230 famílias assentadas. O “Açude será abastecido pelos rios Jacú e Japí com uma capacidade para armazenar 50 milhões de metros cúbicos d’água. O projeto que foi orçado em 2005 no valor de R$ 15 milhões, hoje já ultrapassa os R$ 40 milhões.

Agora é só combinar com São Pedro, com a construção do “Açude do Japí”, serão abastecidas as cidades de Cuité, Nova Floresta, Damião e demais vilas da região, evitando assim problemas de abastecimento como o que estamos passando atualmente.


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.