1° DE MAIO MARCADO POR VIOLÊNCIA EM CUITÉ

O primeiro de Maio em Cuité foi marcado por violência , na madruga faleceu uma jovem vitima de acidente de motocicleta na área urbana e segundo informes no inicio desta noite um homem foi alvejado com tiro na cabeça.

De forma merecida por todo o dia nas redes sociais vimos “nota de pesar” pela morte da jovem universitária que foi encontrada ao chão com graves ferimentos, após socorro veio a óbito. Aqui também deixo meus sentimentos aos seus familiares.  

Poucos discutiram a necessidade de se cobrar a obrigatoriedade do uso do capacete, campanhas educativas de trânsito ou até mesmo uma fiscalização mais rígida com os imóveis em reforma ou construção que obstruem calçadas para passagem de pedestres e outras que invadem a pista de rolamento estreitando ruas pela cidade. 

 A causa do acidente ainda é incerta e se houver testemunha(s) faço um apelo denuncie pelo menos a cor do carro, se foi o caso de colisão. Um dos maiores números de internações em hospitais são vítimas de acidentes de trânsitos , muitos de motociclistas o que deveria ser evitados. 

Somente Pericia? Será que chegou a Cuité?  Digo isso com propriedade meu pai foi vitima da violência no trânsito e demorou horas para isso.  A segurança no trânsito em Cuité lamentavelmente é muito pouco discutida no meio político do município, sabes por quê: perde votos, arquiva esse requerimento o que tem valor são votos nas urnas e assim os acidentes continuam depositando corpos em  outras urnas. 

Se fizer Blitz pra se cobrar a Lei a base contrária ao governo usa como palanque político e de forma ridícula chega até em feira livre culpar o governante por apreender motocicletas que transitam irregularmente, como se Cuité fosse a terra sem Lei.  

E ai vai ficar por isso mesmo sem fiscalização de trânsito , calçadas esbarrotadas de entulhos , ruas obstruídas com material de construção ?   E acidentes acontecendo dia após dia . Com a palavra as autoridades competentes.   


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.