HIPNOSE NOS SÁBADOS NA POLÍTICA DE CUITÉ

Para muitos cuiteenses  a política faz parte do menu do café, almoço e chá da tarde dos sábados na 89 FM .  Promessas e poucas realizações para quem se perpetua no poder por quase três décadas e muito distante do que é republicano é ausente à impessoalidade e onde se confunde o Brasão da edilidade com o de Família.

Um novo tempo onde se possa consolidar cada vez mais a cidadania e fracionar oligarquias políticas , estes são os desafios da política para as eleições de 2016 na região do Curimataú, com a perspectiva de mudanças não apenas de nomes, mas de conceitos e práticas políticas.

Voltando aos sábados em Cuité, a saúde a toda hora tão sonhada contradiz a propaganda da prefeitura . Saudades das maquiagens que tanto se reclamavam, mas pelo menos a cidade era mais limpa e iluminada , enfim mais bem cuidada o que não se pode confundir quem já nasce bonita como é o caso da Serra de Cuité a rainha do Curimataú. 

O professor e ativista político, Ramilton Marinho Costa tem feito alguns análises onde Freud explica tais eufemismos políticos. “   Em uma democracia predomina a transitoriedade, a mudança, não a eternidade. Em uma democracia também não existe essa história de pai e mãe do povo – bom, mas isso só Freud explica”. Postou o professor. 

A política de Cuité tem quebrado paradigmas e surpreendentemente  volta à estaca zero, o que posso definir que ainda estar impregnado o pleonasmo vicioso “político”.

O professor Ramilton  destacou um comentário  em um destes sábados em Cuité, chegou a comparar a política de primeiro mundo da Suíça com a de Cuité “Pelo menos, é essa a sensação que tenho, todos os sábados pela manhã, ao escutar um determinado programa na rádio de Cuité. Pena que o programa acabe logo e tenho que voltar, a pé e encabulado, à velha realidade”.completou o professor , e assim a Hipnose de impacto  acabou. 

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.