PREFEITURA DE CUITÉ FAZ PODAS DRÁSTICAS EM ÁRVORES

A poda realizada pela Prefeitura de Cuité de árvores da espécie Fícus, que estão plantadas na Praça Aniceto Pereira, provocou a indignação de alguns moradores e feirantes que foram pegos de surpresa na manhã desta segunda (25).
Como a Câmara Municipal de Cuité agora estar funcionando como a caixa de ressonância da população, a vereadora Rafaela afirmou que iria protestar  a medida exagerada e de forma drástica das Podas nas Árvores praticamente cortadas por inteiras, sem deixar galhos verdes.

Na tarde desta segunda (25) moradores registraram seu repúdio da forma radical das podas com “tecido na cor preta” como símbolo de LUTO na primeira de mais de 10 árvores feitas as podas  drásticas.

A prefeitura pode até alegar que foi por motivo de segurança e as raízes estarem rompendo o piso das calçadas, mesmo assim essa não seria a poda ideal. Segundo um ambientalista de João Pessoa e especialista em podas de árvores, ao vê as fotos considerou como sendo uma poda irresponsável “Essas podas são drásticas e só deverá ser realizada se a árvore estiver com saúde debilitada (doente) que se faz poda desta forma para tratamento” disse a fonte do Blog.

O que se vê são mais de 10 árvores com podas drásticas, o que dificilmente todas estão doentes, principalmente dessa espécie exótica “Fícus” que são muito resistentes. 

Para a vereadora, o corte deveria ter prestigiado a questão das sombras , que anteriormente era gerada pelas árvores de forma a contemplar os feirantes nos dias da feira livre que utilizam parte da praça, bem como transeuntes.  

Certamente a prefeitura de Cuité não tem o setor de Meio Ambiente e se tiver não tem um profissional ambientalista a altura  para se fazer um planejamento que envolva o manejo correto com podas. 

A mão da prefeitura foi pesada contra as árvores, impediu o verde de atrair chuvas; inoportuna a forma da poda que deveria deixar alguns galhos com folhas mais baixas. 

Falta a gestão de muitos municípios  aprender a tratar ás árvores urbanas como política pública, casos como esses tem que denunciar ao Ministério Público Estadual e que os responsáveis sejam obrigados  a recompensar o exagero das podas com plantação de mudas de árvores que não seja exóticas onde causam rompimento fácil de calçadas e calçamentos.

No caso das plantas dos canteiros centrais, essas  árvores podem ser feitas os cortes de alguns galhos onde possa propiciar a passagem da luz natural e artificial, nas avenidas principais. 



Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.