segunda-feira, 3 de agosto de 2015

PICUÍ - OLIVÂNIO ESTOUROU A BOMBA NA HORA ERRADA

A câmara municipal de Picuí ficou lotada nesta segunda-feira (03) com a volta do vereador e pré candidato a prefeito Olivânio Remígio (PT).  Esse é o primeiro momento do vereador no legislativo após comemorar resultado da cura de um câncer.
Pela queima de fogos a recepção foi bastante calorosa, ainda segundo informe parte da cúpula do PT paraibano se faz presente neste instante em Picuí.

Depois de muito barulho da queima de fogos, a Câmara deve votar outra pauta que tramita na casa que envolve a problemática do barulho com o Projeto de Lei do vereador Vidal que regulamenta o uso de paredões de som na cidade. 

Foi bomba para todos os lados em Picuí, como se fosse à volta de Olivânio aos gramados pronto para disputar o pleito de 2016. Na festa de reapresentação posso ressaltar um erro de estratégia que no mundo do marketing político não deixaria jamais acontecer “antecipar o anúncio dos exames” o que poderia ser retardado para que o sentimento político que conta bastante aflorasse mais adiante. 

Olivânio (PT)  necessita costurar a união das oposições em Picuí, o que ainda não se sabe até onde o desgaste do PT nacional implicará nas eleições municipais.

De certa forma agora haverá mais tempo da situação mexer nas peças do xadrez político na terra da carne de sol, tempo hábil de Buba Germano (PSB) avaliar melhor o cenário com pesquisas em campo. 

Como ex-zagueiro o deputado Buba Germano (PSB) ainda não entrou em campo para defender o gol, com a cura de Olivânio  e apto a jogar   não se pode descartar a própria pré candidatura de Buba Germano para jogar  e se possível nas duas posições “ defesa e ataque” resta à oposição misturar o meio de campo.


Show comments
Hide comments

Um comentário:

  1. quando o povo quer mudanças, não há zagueiro que dê jeito. já vi esse filme antes, não tem quem segure o povo.ninguém sai da política porque quer.' é o povo que os coloca no poder e é o próprio, que os tira do poder".

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.