CUITÉ- MORADORES RECLAMAM DA LIMPEZA PÚBLICA

O município de Cuité a 240 km da capital Paraibana, sede da 4ª região Geo Administrativa já foi uma cidade mais “limpa”. No último feriadão passei por lá e vi a ausência do poder público municipal na limpeza urbana. 

Várias ruas com lixo e sem varrição, antes nas proximidades das periferias hoje mais próximo ao centro da cidade.  O popular João Macedo mais conhecido por “pescocinho” relatou que o lixo fica acumulado por vários dias próximo à igreja que congrega. 

Cuité é uma cidade linda nos seus recursos naturais, como por exemplo: Olho d’água da bica onde realiza o espetáculo da “ Paixão de Cristo”  e na zona rural uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) que é um instrumento que deveria ser ampliado para perpetuidade.

O poder público municipal, não tem um plano de sustentabilidade colocado em prática, o lixão contamina um manancial e ainda há relatos que existem queimadas. 

Para piorar a situação, o funcionalismo antes mesmo da anunciada “crise” vinha com atraso de salários, segundo o conselheiro do ODE, Clodoaldo Pereira os garis estão com seus salários atrasados.  Talvez esteja ai a falta de capinação e varrição em algumas ruas , inclusive nas proximidade de uma escola  local.

 A secretária de Infra estrutura a ex-vereadora Polyanna  Simplício deve tomar providência no sentido de mandar efetuar a retirada de lixo  que obstrui algumas calçadas impedido a  passagem de pedestres , que são obrigados a transitar pela via.   



Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.