CURIMATAÚ PRECISA DE UMA OPERAÇÃO PARA REDUZIR OS ASSALTOS

Enquanto o Brasil não investir mais na Educação, professores perceber salários acima de qualquer categoria não irá avançar na segurança pública. Pode contratar mais efetivo policial, mais médico para  assinar óbitos e coveiro para enterrar.

Um país que não produz a pasta de cocaína, mas é um dos maiores consumidores e para abastecer esse “mercado” o cidadão de bem paga um preço alto com o aumento de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) e Patrimoniais os chamados CVP.  

Na região do curimataú até pouco tempo o aparato policial era “suficiente” para resolver a demanda da mancha criminal, tudo sob controle. O comandante do 9° BPM Ten Cel. Afonso Galvão e Delegado Durval receberam vários títulos de cidadãos em vários municípios pelos excelentes serviços prestados.  

Até pouco tempo, em Julho de 2015 o 9° BPM e 13ª Delegacia apresentaram a maior redução de crimes no primeiro semestre do ano na Paraíba o que mais uma vez receberam o Prêmio Paraíba Unida Pela Paz (PUPP). 

O município de Nova Floresta era o que apresentava o maior número de violência e foi reduzido porque a policia começou a ocupar espaço. Acontece que uma “onda” de assaltos tem sido constante na região. 

É fundamental intensificar o trabalho da policia preventiva, a participação dos pais que estão cada vez mais ausentes do convívio dos seus filhos, o consuma de drogas aumentaram nas escolas.   A população também é fator principal nas denuncias que são totalmente sigilosas, assim contribuiremos para reduzir as ações dos meliantes.     

No dia 12 de Novembro , a vereadora Rafaela  usou a Tribuna da Casa Manoel Felipe em Cuité  , para externar a preocupação da população e solicitou uma  "Audiência Pública" para discutir a Segurança Pública, bom seria que essa audiência fosse regional com a participação dos demais parlamentos  , uma vez que os meliantes quando atuam muitos são de cidades circunvizinhas.  

O helicóptero da secretaria de Segurança e Defesa Social  que já passou pela região para fazer o reconhecimento da área , deveria sobrevoar mais uma vez para reconhecer os bandidos. 


É preciso que o poder público faça sua parte, a prefeitura com a Guarda Municipal presente nas Praças contribuindo com a prevenção da violência, locais estratégicos monitorados e ruas mais iluminadas.

 Outra violência que mais acontece na região do Curimataú é no trânsito este tem ceifado muito mais vidas do que os homicídios e a própria população assiste os acidentes dia a dia como se não fosse com ele.


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.