DEPOIS DE PODAS EM CUITÉ , SECRETÁRIA NÃO PLANTOU UM PÉ DE COENTRO .

A exatamente 06( seis) meses a pasta de infraestrutura de Cuité  promoveu um   verdadeiro massacre  em  árvores em vias públicas. Depois de lá com clima seco, até mesmo as mais resistentes e exóticas sofrem para se recuperar (brotar galhos e folhas) a ação ficou conhecida por  Operação Mãos de Tesoura. 

A própria secretária foi a um programa de rádio, explicar o inexplicável das podas drásticas e depois não plantou nenhum "pé de coentro "  para recompor o verde na cidade .  O fato chamou a atenção da população, pela forma que a poda foi feita. Algumas árvores receberam uma “malha preta” como símbolo de luto.    

O ataque se repetiu em duas praças, numa delas a sombra abrigava “feirantes”.  Outras podas também se deram em algumas árvores em prédios públicos em um deles foram replantadas mudas de árvores para recompensar.  Na verdade árvores  do popular  fícus ( fícus benjamine  ) não são recomendadas para ser plantadas fora de jarros , portanto deveriam e devem ser retiradas gradativamente e substituídas por  outra  da  espécie  da “mata atlântica” , essa ação pode ser feita em época de inverno, nunca no verão. 

Essa prática da gestão municipal é reprovável, está abrindo mão de muita sombra, de muitos galhos de árvores, os quais, quanto mais em quantidade, mais significam oxigênio para a atmosfera e mais absorção de gás carbônico. 

Outro que fez critica recente para a prefeitura , sobre este mesmo assunto foi o professor Kleiton Sousa, que trabalha a questão ambiental no espaço escolar.  Segundo ele ofereceu por diversas vezes a gestão municipal adotasse o projeto “Nossa Escola Sustentável” que é desenvolvido em uma escola estadual em Cuité, com subprojetos entre eles” Repensando o Bioma Caatinga”, mas a prefeitura  municipal não deu à mínima. 


Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.