MATADOURO EM CUITÉ - SECRETÁRIA NÃO SABE SE TEM FOSSA SÉPTICA OU TANQUE

Alunos, professores e funcionários do Campus UFCG em Cuité continuam sofrendo com um problema antigo: O mau cheiro provocado por um matadouro, próximo ao Centro de Educação e Saúde-CES. Além deles, moradores que residem no entorno também reclamam do forte odor, trazendo diversos desconfortos.


Uma moradora que reside próximo ao Matadouro Público denunciou a rádio local 89 FM o descaso da prefeitura municipal de Cuité, segundo ela o odor é desagradável. O mau cheiro incomoda até na hora das refeições. 

O matadouro nunca passou por uma intervenção da gestão municipal  para  melhorar a estrutura de higienização, apenas algumas maquiagens.  Não existe uma lagoa de estabilização, mesmo porque o local onde se encontra o Matadouro não mais é compatível. 

A Caatinga é insuportável, talvez se a casa da gestora fosse próximo ao Matadouro economias já tinham sido feitas para construção de um Matadouro numa área mais afastada da cidade.

A coisa literalmente está fedendo por lá , segundo informes até o veterinário pediu demissão do Matadouro Público . A  Vigilância Sanitária do Município “silencia” só soube abrir a boca quando o problema foi uma etiqueta em saco de leite   , há meses atrás um internauta divulgou uma imagem de um feto de animal jogado no entorno do Matadouro, sinal que ali vacas prenhas estão sendo abatidas o que é um crime. 

 “ Há bastante tempo um dos tanques  está estourado  e ao céu aberto, a caatinga está horrível, nós temos crianças isso é  prejudicial  à saúde “  disse uma moradora do Olho d´água da Bica ao ser entrevista por Catarina  Oliveira da 89 FM Cuité.  O CES- UFCG também fez reclames sobre a problemática , mas a gestão não ouviu . Somente após denuncia de uma moradora a 89 FM Cuité a secretária de infra estrutura disse que vai tomar providencia " provisoriamente". 

A secretária precisa andar mais, há bastante tempo que assumiu a pasta de infra estrutura e não fez nenhuma visita técnica no “ Matadouro”, prova disso foi a sua fala para 89 FM Cuité ao desconhecer se lá existem fossas sépticas ou tanques, imagine saber para onde vai o esgoto e rejeitos.   

Esse é meu papel como blogueiro, repercutir as problemáticas do poder público. Não interessa a vida pessoal ou empresarial de cada gestor , cobrar cada vez mais ação dos agentes políticos quando não corresponder a única  ordem de despejo será  o resultado nas " urnas".  

Comodismo essa é palavra chave, o que tinha pra dar já deu!   Por bastante tempo no poder por mais de duas décadas  de forma direta e indireta o “mesmo grupo político” de BADO-EUDA não priorizou a questão da construção do Matadouro Público, onde há estudos que também provoca ladeira abaixo terríveis impactos ambientais aos mananciais.  

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.