FICHAS SUJAS : EX-PREFEITO BADO E SECRETÁRIO DE SAÚDE ESTÃO NA LISTA DO CNJ

O ex-prefeito de Cuité, Curimataú paraibano, Osvaldo Venâncio dos Santos Filho (Bado-PSDB), e o secretário municipal de Saúde de Cuité , Gentil Palmeira mais uma vez são confirmados como “inelegíveis”, isto é, Fichas Sujas. 


Na nova lista do Cadastro Nacional de Condenados por Ato de Improbidade Administrativa criado como banco de dados desde 2007 é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). 

Na Paraíba, a lista contabiliza pelo menos 200 gestores condenados,  que tiveram vários tipos de penalidades, sendo uma delas a suspensão dos direitos políticos. 

Além do ex-prefeito de Cuité, Bado Venâncio e seu cunhado secretário de Saúde Gentil Palmeira da atual gestão da prefeita e Euda Fabiana também apareceram na lista de “ inelegíveis - fichas sujas”  outros políticos da região do Curimataú Paraibano entre eles o ex-prefeito de Sossego, Juraci Pedro Gomes; o ex-prefeito de Barra de Santa Rosa, Alberto Nepomuceno; e os ex-prefeitos de Frei Martinho, Ana Adélia Nery Cabral e Saulo José de Lima. Nomes de ex-vereadores também estão na lista do CNJ com impedimentos de disputar o pleito do próximo ano.

A nova lista de final de ano divulgada pelo CNJ não é requentada, além de ser quentinha é um alerta ao eleitorado que estes gestores não cuidaram da coisa pública com lisura, portanto é de se interpretar o pleito vindouro por onde andam os  “ inelegíveis “  .  É  bíblico “diga com quem tu andas e eu direi quem tu és!” confira : 




Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.