O TRÂNSITO NO DIA DA FEIRA LIVRE DE CUITÉ É COMPARADO COM DA ÍNDIA

O Trânsito de Cuité é considerado por muitos internautas como um dos mais desorganizados da Paraíba ,  isso se reflete em números de mortes , segundo a PRF em 2015 foram registrados 8 óbitos na BR 104 que corta a cidade , várias vítimas com seqüelas , entre outras mortes na área urbana sem computar  acidentes por colisão  sem vitimas que não são registrados.

Menor dirige em alta velocidade  e motonetas com canos estourados , esse é um das maiores queixas  . A prefeitura de Cuité . não move uma palha . A câmara municipal é omissa a esse respeito ,sabes por que ? perde votos.  Assim todos corre o risco de acidentes. Não SE fala de politica partidária quando o tema é " trânsito" a lei é uma só , tenho razões para isso , quem perdeu um familiar para a violência do trânsito  quem o diga. 

 No dia de feira livre na cidade  , ai que o bozó empena como bem dizia minha avó.  Comerciantes da cidade reclamam do  trafego nas ruas , não há sinalização vertical ou horizontal  suficiente ,  inexiste um agente de trânsito numa cidade universitária . É um Deus nos acuda , ninguém sabe onde é a preferencial , mão e contra mão ou  se sabe não obedece pois a prefeitura não fiscaliza o trânsito local que é de sua obrigação.

Efetivamente não há fiscalização , sabes de quem é a culpa ? Nossa que elegemos sucessivamente um grupo político insensível as questões de políticas publicas , dentre elas a questão do trânsito que não  assume a sua municipalização.

Com o advento da Universidade a população flutuante é bem maior do que registra o IBGE , consequentemente maior número de veículos circulando na cidade , hoje é difícil encontrar um cavaleiro o que se vê são  motoqueiros . 

 Em contrapartida também aumentou a arrecadação do município com o repasse de IPVA do Detran para os cofres do município e sabes o que a prefeitura faz ? Nada !  nenhuma campanha educativa de trânsito continuada na cidade. Apenas um grupo dos Amigos do Trânsito coloca a cara a tapa e denuncia a falta de campanhas educativas e fiscalização de trânsito na região.  

A imagem acima retrata o  tráfego de veículos  dia de feira livre em Cuité , resguarda as devidas proporções ,  parece com o trânsito caótico da Índia . 

A cidade que temos para a cidade que queremos , urbanização é preciso sem organização não temos qualidade de vida . O plano diretor é Lei de planejamento para analisar as prioridade da cidade , não se pode eximir das discussões para desenvolver a cidade , as transformações começa por você formar opinião e fazer com que o seu vizinho ou amigos possa sair da zona de conforto ou até mesmo do conformismo de que nada pode mudar.  A educação do trânsito começa em você , mas o poder público tem que fazer a sua parte. 



  

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.