CUITÉ -CANSADO DE ESPERAR MORADOR VAI COMPRAR LÂMPADA E PAGAR R$ 50 REAIS PARA REPOSIÇÃO

Cansado de esperar pela prefeitura, morador da Rua João Teodósio em Cuité disse que ele mesmo vai comprar a lâmpada e pagar 50 reais para reposição. Essa será a única alternativa para tirar a rua da escuridão e trazer mais segurança para a rua. 

Olhe que os moradores não estão pedindo nenhum favor, mensalmente eles pagam a TIP (Taxa de Iluminação Pública) que vai direto para os cofres da prefeitura. Portanto é de obrigação da pasta da Infraestrutura fazer pelo menos a troca de lâmpadas.

 Em várias cidades da região os moradores são isentos da cobrança da TIP. No ano de 2015 tramitou na Câmara dos Vereadores de Cuité um projeto do vereador Vicente Filho (DEM) que isentava os moradores da cobrança da TIP. Na hora da votação não deu outra deu um curto circuito nos neurônios dos vereadores da bancada governista e não aprovou o projeto.  

Enquanto isso, no programa de rádio, a secretária de infraestrutura se irrita com bastante facilidade diante das demandas, e tentou jogar para a população e fenômeno da natureza a culpa da escuridão.  Outra desculpa é o vandalismo, no entanto o morador da rua que tem lâmpadas queimadas mesmo sem óculos percebe que no poste existe lâmpada, porém apagada. 

Acontece que muitas demandas provam que as lâmpadas estão intactas nos postes e na verdade estão apagadas, ao subir ao poste e verificar se o problema está na lâmpada ou simples troca de relé fotoelétrico.

Outra preocupação na questão de reposições de lâmpadas em rede elétrica de responsabilidade da prefeitura são os riscos de acidentes. Somente pessoas profissionais na área são habilitas para executar o serviço, porém é flagrante em prefeituras terceirizar serviços por pessoas sem que atendam as normas de Segurança no Trabalho.

Foto Carlos Antonio 

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é Presidente da Asssociação de Moradores no Condomínio Valparaíso no Bessa, em João Pessoa, com ampla participação nas comunidades ao redor e locais do Bessa, faz a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas socias, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.