EM COLAPSO , SISTEMA DE SAÚDE DE CUITÉ VIVE A PIOR CRISE DE SUA HISTÓRIA

Curimataú - Em colapso, a saúde de Cuité sofre mais um efeito colateral: PSF fechados outros sem médicos na Rede Básica de Saúde, não dá outra congestiona o Hospital Municipal de Cuité em número de atendimentos consultas diárias fora do que preconiza a OMS e Ministério de Saúde. 

Sem funcionar a rede básica, casos simples que poderiam ser resolvidos nas Unidades Básicas de Saúde, os usuários dos SUS procuram o atendimento médico do Hospital, como um simples curativo. Como fica o acompanhamento das mulheres grávidas? Muitas das vezes o hospital é quem faz o papel do PSF. 

O Hospital que era para fazer o atendimento a baixa e média complexidade acaba comprometendo os trabalhos do atendimento não só pelo grande número de consultas diárias, como também nas visitas médicas aos pacientes internados.  

Essa crise também afetará quando a UPA 24 horas estiver em funcionamento, obra 100% do Governo Federal que em muitos locais já não estão sendo excelência em atendimento, por conta dos maus gestores.  O que já acontece em Cuité é uma saúde pública na UTI por conta de um gestor municipal que segundo  o radialista Flávio Fernandes  ele é  técnico em maquiar números. 

Em meio ao caos, vários reclames de pessoas que procuram o Hospital e não se tinha medicamentos foi quando o secretário de saúde se escondeu da advogada Brenda Martins que queria fazer uma doação de medicamentos, o mesmo não respondeu nem as mensagens.  Após a recusa, que pelo orgulho do secretário jamais receberia uma ‘doação’ de medicamento para não se  tornar público, finalmente abasteceram a farmácia.

Outro grave problema das Unidades Básicas de Saúde e Postos de Saúde da Família praticamente todos sem médicos, falta acompanhamento de pacientes que usam psicotrópicos ( medicamentos controlados) o que precisam ocupar um médico no Hospital para ter uma receita. Como esse paciente pode ser acompanhado, onde estar o prontuário (ficha) do paciente, certamente lá no PSF? 
  
Outras indagações podem ser feitas que certamente não se pode deixar sem respostas como por exemplo  quando há uma morte em domicilio , com UBS fechada sem médico, como outro médico pode emitir um Atestado de Óbito?  Onde estar o Conselho Municipal de Saúde do Município de Cuité? 
É Preciso os vereadores de Cuité, instalar uma Frente Parlamentar da Saúde, na recusa da casa onde a maioria é da base da situação, os vereadores que querem o melhor para o município devem visitar cada Unidade Básica de Saúde e constatar in loco a gravidade da denuncia do Blog, estão negando o atendimento básico o que se comprova  que os recursos que por lei deve ser destinados a manter UBS estes estão sendo mal geridos.



Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.