quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O CLIMA FRIO ENTRE O CAMPUS/UFCG E A PREFEITURA DE CUITÉ

A Prefeitura de Cuité, gestão Euda Fabiana (PMDB) não dialogou e não reconheceu a Prefeitura Setorial do CES/UFCG em Cuité, o que se poderia ter aproveitado muito mais as ações voltadas para os munícipes.

O Campus ganhará mais um beneficio com a construção da “Praça Jardins Terapêuticos” no CES, o que chama atenção é que o município de Cuité além de liderar as estatísticas da região em mortes no trânsito, lamentavelmente lidera as mortes por suicídio. 

Na quarta-feira(17)  o vice-reitor e secretário de Planejamento da UFCG Vicemário Simões, acompanhado do diretor Ramilton  Marinho e vice-diretor José Justino em visita onde será a Praça “ Jardins Terapêuticos” no CES.    

Em 10 anos do Campus, poucas parcerias entre a prefeitura de Cuité e o CES, os reclames são constantes do corpo docente e discente. Por diversas vezes o mau cheiro do velho matadouro público tem  sido a essência como cartão de visita , não teria trote maior que suportar o aroma.  

O município conta com Hospital Municipal e se tem muita dificuldade para abrir espaço para os alunos universitários, sabes por quê? Os alunos são “ independentes” certamente diagnosticaria o colapso da saúde que vai  desde a rede básica. 

Uma das raríssimas parcerias é na realização da “Paixão de Cristo”  no horto do campus /UFCG que se fosse do desejo da prefeita jamais teria sido doado a Universidade , se eu estiver mentido atire a primeira pedra. 

Em 2016 é a 8 ª Edição do Festival Universitário de Inverno de Cuité que será realizado em Cuité e o clima institucional entre a Prefeitura e CES continua “ frio”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.