SALÁRIOS ATRASADOS DE PROFESSORES : ALFABETO DA PREFEITURA DE CUITÉ COMEÇA PELA LETRA "M"

Professor Maurilio Macedo saiu em defesa dos seus colegas Professores da rede municipal de ensino em Cuité, segundo ele a atual gestão desrespeita a categoria em não pagar em dia os salários.   
" Qual o critério da prefeitura em pagar uma parte dos professores, se for pela ordem alfabética começaram pela letra  M ?" destacou.

Os professores da rede municipal ultrapassaram a meta do IDEB e o presente que recebem são salários atrasados. Esta tem sido a fala de vários professores. 

Segundo a denúncia de Maurilhão alguns professores estão sendo escolhidos a dedo para receber , alguns provocaram o Ministério Público para que os salários sejam regularizados .

“ Cadê a Associação que deveria defender os professores ?” indagou Maurilhão. A Associação estar de mãos atadas por apoiar o projeto político da continuação que tem a frente o PMDB de Cuité. 

Os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação e de valorização dos profissionais da Educação ( Fundeb) são garantidos em 60% conforme constituição federal para o município " Não há justificativa para atraso “ disse   . 


Ainda segundo o professor a prefeitura devolveu pro incompetência 10% de recursos do Governo do Estado do Programa Pacto Social dos quase 300 mil reais para construir o Centro de Capacitação dos Professores Municipal , as perdas são enormes.




Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.