QUE VIVIANNY NÃO SEJA O CASO DA CUITEENSE EDILMA ENCONTRADA MORTA COM TIRO NA BOCA

O caso da moça, Vivianny 29 anos, desaparecida desde o dia 21 de Outubro do bar bebericos no bairro dos bancários fez lembrar-se de um crime contra outra mulher, uma jovem cuiteense de nome Edilma encontrada morta a beira mar do Bessa [ próximo ao antigo pote de barro ] com tiro na boca.

A morte de Edilma Ferreira foi no ano de 2000 e até hoje  a justiça não foi feita  sendo  mais uma na estatística da violência contra a mulher paraibana.

 No caso do desaparecimento de Vivianny Crisley tem suspeito, mas segundo informes são ricos e a impunidade está a caminho.
O caso de Vivianny precisa ser repercutido para que as autoridades tomem providencia, Deus permita que ela seja encontrada com vida.

 A mídia não pode se calar em razão de quem está por trás , assim como o caso da jovem Edilma a mídia abafou , porque na época não tinha as redes sociais, portais e blogues independentes para não deixar abafar a perversidade contra as mulheres.

Quantas Edilmas, Viviannyes e Marias serão usadas, estupradas e muitas das vezes assassinadas ? Os crimes sem ser  elucidados e os verdadeiros culpados punidos. 

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. É verdade Dema, sempre a impunidade vai prevalecer nesse pais de m..., aqueles que tem dinheiro e não coração são sempre os impune. Mais Deus sempre foi e será o Rei de todos os tribunais, aí sim, cada um vai ter seu julgamento justo.

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.