terça-feira, 22 de novembro de 2016

MANIFESTAÇÃO CONTRA A VAQUEJADA SERÁ DOMINGO (27) EM JOÃO PESSOA

A  manifestação de repúdio a aprovação da Projeto de Emenda Constitucional (PEC) – 50/16, que regulamenta a realização de vaquejadas no país também será realizado na capital paraibana ,  domingo (27) no Busto de Tamandaré.

Contrárias aos maus tratos e exploração animal, dezenas de pessoas vem se mobilizando pelo protesto, nomeado como Manifesto Contra Vaquejada e Rodeios Cuiabá. Pelo Facebook, o evento conclama a população à aderir a causa.  

O manifesto nacional "Crueldade Nunca Mais ", alega que a aprovação da nova PEC é um golpe ao STF e vai colocar a volta de atividades que era consideradas “culturais” então proibidas como rinhas e farras de bois. 

O projeto

Em defesa da vaquejada, três projetos (PLS 377/2016, PLS 378/2016 e PLC 24/2016) classificam a atividade como patrimônio cultural brasileiro e uma proposta de emenda à Constituição (PEC 50/2016) assegura sua continuidade, desde que regulamentada em lei específica que assegure o bem-estar dos animais envolvidos.

Autor da PEC, o senador Otto Alencar (PSD-BA) quer encerrar a controvérsia em torno da vaquejada incluindo no texto constitucional permissão para “as práticas culturais de natureza imaterial que integram o patrimônio cultural brasileiro e comprovadamente não submetam os animais à crueldade”.

Ele também é relator de um dos projetos sobre o tema (PLC 24/2016), que reconhece o rodeio e a vaquejada como manifestações culturais nacionais e patrimônios culturais imateriais.

Show comments
Hide comments

Um comentário:

  1. É um absurdo inaceitável a violência e os abusos que os animais são submetidos à sofrer, apenas pra alimentar o ego ganancioso de gente ignorante; estamos vivendo novos rumos e certas tradições que provoca o cansaço e dor contra os mais fracos e irracionais tem que serem mesmo barradas pela justiça. Se querem rodeios e vaquejada? Amarrei seus próprios testículos e também sinta as esporas na própria pele!

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.