ADVOGADA E EX-REPÓRTER DO "SUPERPOP" PROCURADA POR ENVOLVIMENTO NO PCC

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil, que ficou conhecida como Ethos, e o Ministério Público decretaram a prisão de cinquenta e quatro suspeitos de envolvimento com a facção do Primeiro Comando (PCC), em São Paulo.


Dentro os acusados, está Luana de Almeida Domingo, de 31 anos, advogada e ex-repórter do programa SuperPop. Ela teria recebido da facção criminosa dinheiro para realizar transações em favor do grupo. O pedido de prisão preventiva foi expedido no dia 1º deste mês, mas a moça ainda não foi localizada. Luana impressiona pela beleza e costuma arrancar suspiro dos homens, o que não se esperava que ela tivesse envolvida com uma das principais grupos criminosos do estado. 

As investigações começaram no final de novembro e a polícia recebeu autorização para interceptar telefones e conversas de redes sociais. O que ficou constado é que a jovem era chamada de ‘doutora Carla’ pelos integrantes do grupo e tinha um código de acesso com o nome ‘R-35’. Ao que tudo indica a prisão foi pedida, pois os investigadores identificaram que a suposta ‘Carla’ era Luana e que ela mantinha conversas com Anna Fernandes Marques, e Marcelo Fernandes que também faziam parte do esquema da facção.


Ao que parece um grupo de advogados estava envolvido com o Primeiro Comando, e dentre eles a jovem também recebia dinheiro para exercer a profissão em favor dos criminosos. Segundo declarou a polícia, Luana tinha vários amigos em uma rede social que também faziam parte do esquema, dentre eles vários profissionais da mesma área. Além disso, conversas privadas entre os envolvidos ficaram constatadas o que corrobora ainda mais com a hipótese da polícia. A facção que opera em diversos setores tinha uma parte da organização conhecida como ‘R’, abreviação para ‘recrutistas’, que significa para a mais nova organização da quadrilha, o grupo de advogados que trabalhariam para os criminosos. Com o esquema o PCC lucrava anualmente cerca de três milhões de reais com transações no judiciário. Dos envolvidos, quarenta eram advogados e cinco continuam foragidos, inclusive Luana. Algumas das pessoas detidas já confirmaram que recebiam dinheiro da facção, uma espécie de mesada que poderia chegar a até oito mil reais. Ainda não foi noticiado o real envolvimento da moça com os criminosos.

fonte blasnews
Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.