domingo, 22 de janeiro de 2017

CUITÉ UMA LUZ NO FUNDO DO TÚNEL

Cuité é uma das cidades mais escuras do Curimataú paraibano lembra a cidade norueguesa chamada de Tromso em que acontece o chamado inverno escuro, como no nordeste brasileiro o clima é o inverso se pode batizar de seca escura.

Os moradores da cidade norueguesa  passam até 60 dias sem ver o sol e para  viver nessa escuridão alguns usam roupas iluminadas, como a Lunative, algo que pelo menos faz você ser visto enquanto anda pela rua.  

Em Cuité o sol nasce primeiro irradiando a linda Serra, a noite é onde mora o perigo com ruas mal iluminadas colaborando com os assaltos apesar dos  meliantes agirem a luz do dia.

 O tema nas redes sociais e programas políticos na rádio em Cuité continua o de sempre “Lâmpadas”. 

Foi o tema principal em um aniversário da cidade , quando a Rádio Tabajara transmitiu seu programa direto de Cuité , enfim o tema poderia ter sido mais relevante para levar o nome da cidade mais além. 

Neste momento inicial do governo Charles I, fora questionamentos e controvérsias em algumas nomeações é muito cedo para se avaliar a gestão administrativa. 

 A conta da energia ainda nem se venceu 30 dias para se cobrar a cidade toda iluminada, o deboche da oposição em mostrar a cidade as escuras neste momento, assina o atestado de incompetência da gestão que perdurou no poder por quase 24 anos.

O prefeito constitucional de Cuité, Charles Camaraense anunciou que às lâmpadas, reatores e fotocélula  estão sendo providenciadas para deixar à cidade iluminada. A mudança tão esperada chegou , uma luz no fundo do túnel acendeu . 

Para deixar  às claras e transparente tudo vai ser auditado e para isso uma equipe técnica de colaboradores e uma empresa especializada iniciaram os trabalhos que deve ser bastante minucioso em razão da falta de dados muitos deles apagados .

A auditar as contas da gestão de Euda I e II  deve saber se  houve enriquecimentos  ilícitos , fraudes em licitações  e suposto desvio do erário.  As bombas de efeito moral já começaram a ser lançadas como dividas com  as instituições  entre elas com  a Receita Federal e Previdência do Município  somam  quase 3 milhões de reais. 

Show comments
Hide comments

Um comentário:

  1. Não nada sobre o filho do dono da são braz,aquele que atropelou o agente da lei seca faz uma reportagem ai dema,tu não eis arrochado

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.