quinta-feira, 30 de março de 2017

2018 - O CORDÃO UMBILICAL DAS POSSÍVEIS PRÉ CANDIDATURAS DA REGIÃO DO CURIMATAÚ E SERIDÓ

Após férias dadas pelas urnas , novos nomes como possíveis pré-candidatos para a Assembleia  em 2018  ainda estão com cordões umbilicais não cortados e alguns  podem ser abortados, entre eles da ex-prefeita de Cuité Euda Fabiana (PMDB), vereadora Isis Rafaela (PSL), vice-prefeito de Picuí Lucas Marques (PROS) e DUDU prefeito de Cubati, este ultimo depende exclusivamente da movimentação política de Buba Germano (PSB)  se até lá vai ter staff político o suficiente para deputado federal. 


Dizem que político é o único animal “racional” que ressuscita, por isso é sempre bom manter a cautela antes de dizer que uma derrota eleitoral de algum deles é definitiva. 

Às vezes é melhor compará-los a atores que entram e saem de cena.  Quem não pode mesmo ressuscitar pelo menos para disputar eleições é o ex-prefeito Bado Venâncio , este apesar de  liderança local se enquadra na Lei da Ficha Limpa. 

 A eleição de 2018 reserva muitas indefinições tanto em relação dos nomes para disputar a majoritária e em especial da prata da casa da região do Seridó e Curimataú . 

As alianças e conchavos até então estão no campo das especulações e as condicionantes e variáveis serão avaliadas a partir da definição das peças do xadrez de quem será os nomes para governador em 2018. Para governador sairá na frente quem for mais articulado , uns dependem uns dos outros e a formação da chapa na majoritária  é quem vai ditar quem serão  os nomes para disputar uma cadeira na AL com chances de vitória . 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.