domingo, 30 de abril de 2017

NEPOTISMO - STJ MANTÉM CONDENAÇÃO DE EX-PREFEITO PARAIBANO

Os prefeitos de Nova Floresta e Barra de Santa Rosa  são recordistas em nomeação de parentes no executivo.  Essa semana o STJ manteve condenação por nepotismo do ex-prefeito de Tenório, Denilton Alves Guedes, ele teria nomeado para cargos em comissão suas duas irmãs, esposa e sobrinho no ano de 2006. 


Com certeza a oposição na época em Cuité dormiu no ponto, a ex-prefeita Euda Fabiana era recordista em nomeações de parentes na máquina pública.  Já na ação contra nepotismo na gestão do prefeito de Tenório, a justiça entendeu que ele atuou de forma dolosa por sua conveniência e seu desiderato.

O STJ entendeu que pela súmula de número 7 seria inviável reanalisar o caso e as sanções impostas por improbidade administrativa seria inevitável.   

Na região do Curimataú o Ministério Público foi provocado pelo dirigente do sindicato rural, Chico Menino onde ofereceu denúncia da prática do nepotismo na prefeitura de Nova Floresta. Atendendo recomendação do MP o prefeito de Nova Floresta , Jarson do Pastor  exonerou sua sogra da chefia de gabinete, segundo a oposição local o prefeito  trocou seis por meia dúzia ao nomear  em outra pasta. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.