quinta-feira, 27 de abril de 2017

REFORMA TRABALHISTA : VEJA COMO VOTOU OS DOIS DEPUTADOS QUE TERÃO APOIOS EM CUITÉ EM 2018

Na noite de ontem, quarta-feira (26), foi aprovado o texto principal da proposta de reforma trabalhista no plenário da Câmara dos Deputados.


Foram 296 a favor e 177 contra. O projeto de lei precisava de maioria simples, ou seja, metade dos deputados presentes mais um voto, desde que estivessem presentes pelo menos 257 parlamentares na sessão.

Dos doze deputados da bancada paraibana, apenas dois votaram contra a proposta do texto, foram o deputado federal Veneziano Vital (PMDB) e Luiz Couto (PT).  Além da classe trabalhadora, juristas defendem que da forma que a reforma está sendo aprovada é uma verdadeira precarização dos diretos trabalhistas. 

O projeto de lei 6787/16, muda os direitos dos trabalhadores, segue para aprovação no Senado. Conheça os deputados que votaram com a proposta do governo Temer: Aguinaldo Ribeiro (PP), André Amaral (PMDB), Benjamin Maranhão (SDD), Damião Feliciano (PDT), Efraim Filho (DEM), Pedro Cunha Lima (PSDB), Wellington Roberto (PR) e Wilson Filho (PTB) votaram a favor da reforma. 

É bom gravar esses nomes para que se possa dá o troco logo nas eleições de 2018, em Cuité destes que terão apoio dos dois maiores lideres políticos da atualidade, provavelmente o bloco de Bado-Euda possa apoiar   Pedro Cunha Lima que votou favorável a reforma e o prefeito Charles já declarou em praça público seu apoio ao deputado federal Veneziano Vital (PMDB) que votou contra o texto da reforma trabalhista.  

Show comments
Hide comments

2 comentários:

  1. DIGNOS DE VOTOS EM 2018?????

    AMBOS GOLPISTAS!!!!

    O POVO DE CUITÉ JAMAIS ESQUECERÁ

    ResponderExcluir
  2. Bado/Euda e Charles deve colocar uma arma na cabeça do eleitor de Cuité, só pode, o eleitor consciente não não precisa de ninguém pra indicar voto, todos esses políticos são farinha do mesmo saco, a diferença do PT de lula para a atual situação é que o primeiro roubava por baixo dos panos e segundo rouba por cima mesmo

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião sobre esta publicação.