CUITÉ- A CÂMARA PRECISA DE UM VEREADOR PARA APAGAR O INCÊNDIO

A Câmara Municipal de Cuité precisa de um vereador para dar uma de bombeiro e apagar o incêndio institucional no parlamento, que não seja o presidente este perdeu credibilidade depois que recebeu uma ligação em viva voz da ex-prefeita dando ordens de como se proceder para não fazer audiência pública de prestação de contas da saúde.


 O diagnostico da crise é política, a oposição já deixou bem claro que desde a legislatura anterior se preparou para deixar o governo do atual prefeito Charles ingovernável. 


Por isso cada cidadão que se faz presente nas dependências da casa Manoel Felipe tem o direito de ser contrária ou favorável a movimentação da mesa diretora, a bem da verdade sem maiores incidentes. 

Esse bombeiro, por hora pode se posicionar estrategicamente na defesa do melhor para o município e ser o interlocutor entre o povo e o parlamento mirim e assim acabar com esse cabo de guerra político que não trás nenhum dispositivo de lei que traga beneficio ao município que se encontra em segundo plano das ultima discussões do parlamento.     

A respeito da última sessão na Câmara com a presença de uma guarnição de um Batalhão de Operações Especiais (BOPE) para controle de distúrbio civil, foi solicitado pelo 9° BPM em atendimento a pedido do presidente da Câmara Municipal e sua necessidade de acordo com a avaliação do comando local. 

Em nota o Capitão Tavares, Comandante da 5 CIA/BOPE PMPB disse que a estada do BOPE em Cuité não foi para evitar vaias e sim depredações, agressões físicas ou qualquer outro ato de violência o que de fato não ocorreram com a presença  do BOPE naquele município.

O vereador Maurilhão  saiu em defesa daqueles que freqüentam a Câmara, segundo o vereador da base de situação não houve maiores incidentes, além de vaias na casa legislativa o que é comum em qualquer parlamento o que se  pode conter  os excessos até mesmo por segurança da Câmara.


                                                   Nota na integra do BOPE

O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da PMPB, é o que se tem de mais especializado na segurança pública da PB, sendo acionado para ocorrências de alta complexidades*, PORÉM, não só, aciona-o também quando se quer *prestar um melhor atendimento ao público*, sem desmerecer as tropas convencionais.
No caso prático, o BOPE foi acionado, por avaliação do TC Galvão, Comandante do 9* BPM, responsável pela região, a se fazer presente em Cuité para evitar que houve depredações, agressões físicas ou qualquer outro ato de violência, o que é indesejável a qualquer do povo, e não para evitar que vaias ou outro tipo de manifestação democrática e pacífica foi feita.
O BOPE esteve esteve em Cuité para bem atender ao povo, para protegê-lo e garantir o exercício de seus direitos constitucionais, não para restringi-los.
Sem se falar que durante a estada do BOPE em Cuité, nenhum outro incidente no tocante a ocorrências comuns foram constatadas.


CAPITÃO TAVARES - Comandante da 5* CIA/BOPE PMPB.

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.