terça-feira, 20 de junho de 2017

SECRETÁRIO DEUSDETE QUEIROGA DIZ QUE OBRA DA BARRAGEM DO JAPI GANHARÁ NOVO RITMO.

O secretário executivo  de infraestrutura e recursos hídricos, Deusdete Queiroga na manhã desta terça-feira (20) afirmou que a obra do Boqueirão do Japi ganhará novo ritmo. 


O secretário admitiu a lentidão dos serviços mesmo após liberação do IPHAN, “ Amanhã teremos uma reunião com a construtora e cobraremos mais máquinas no trecho da obra “.

Ainda segundo Deusdete Queiroga a obra tem recursos garantidos do governo federal e contrapartida do governo do estado.   “ O prefeito de Cuité, Charles Camaraense  nos tem feito contato a respeito do andamento da obra.” disse o secretário. 

No ano de 2014 a obra foi embargada pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em virtude da necessidade do projeto se readequar e preservar as escrituras rupestres em um paredão à margem esquerda do rio que seria inundado com projeto anterior. 

A obra do Boqueirão do Japi somada com a futura obra da adutora Transparaíba (levar água do Rio São Francisco) será a maior redenção na segurança hídrica para os municípios da de Cuité e Nova Floresta, inseridos na região com menor índice pluviômetro da Paraíba. 

                            
"O Sítio Arqueológico situa-se a 27 km da sede cuité, na divisa entre Paraíba e Rio Grande do Norte, na localidade Fazenda Retiro, de propriedade das 180 famílias ali assentadas pelo Incra. Trata-se de um paredão na garganta do boqueirão, à margem esquerda do rio, contendo inscrições rupestres nas cores vermelha, ferrugem e preta. O registro rupestre trata-se de um único painel, medindo 5 m de altura por 2,8 de largura, sobre superfície de gnaisse, onde figuram círculos concêntricos, grades, círculos raiados, dígitos agrupados e representações fitomorfas” por Jonatas , historiador. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.