MP REALIZA AUDIÊNCIA PARA DISCUTIR TRÂNSITO EM CUITÉ E NOVA FLORESTA

O Ministério Público realizou uma audiência pública na tarde da terça-feira(04)  em Cuité  para debater a segurança no trânsito nos municípios de Cuité e Nova Floresta que registram maior violência de trânsito da região do Curimataú. 


Participaram da audiência, autoridades municipais e estaduais diretamente envolvidas com o tema, entre eles a Policia Militar, SAMU, Vereadores, Prefeito e Vice-Prefeito das respectivas cidades. 

A partir desta semana haverá operações preventivas do BPtran –PB junto com 9° BPM entre as cidades de Cuité e Nova Floresta no intuito de coibir as infrações do Código de Trânsito Brasileiro- CTB.   

Na região do Curimataú, somente o município de Picuí tem um termo de cooperação de trânsito junto ao DETRAN, na cidade da carne de sol, Picuí, os motociclistas utilizam o capacete o que aumentou a sobrevida em casos de acidentes de vitimas politraumatizadas. 

 Segundo informações no teor da audiência foi discutida a necessidade das cidades municipalizarem o trânsito e assim contribuir de forma continua com a fiscalização. , isso não quer que a municipalização retira as atribuições  das demais entidades. 

Os  municípios de Cuité e Nova Floresta a cada dia se aproximam com o crescimento habitacional, o que necessitam dialogar  as suas necessidades, uma delas a redução de mortes no trânsito que tem sido constante diante das imprudências. 

Compartilhe no Google Plus

Quem é Dema Macedo

O Blogueiro Dema Macedo é considerado um líder comunitário dos mais atuantes em sua região no Bessa, com ampla participação nas comunidades ao redor, também foi presidente da Associação de Moradores no Condomínio Valparaíso. Suas ações consiste em fazer a ligação do poder público com as comunidades, procurando solucionar os problemas sociais, de infraestrutura e apoio familiar. Também participa ativamente do cenário político em em Cuité, município onde nasceu.
    Comente por aqui
    Comente com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.