domingo, 26 de novembro de 2017

CALÇADA EM CUITÉ CONTINUA OBSTRUÍDA POR PAREDE

Um morador da cidade de Cuité, na região do Curimataú paraibano, quis evitar a passagem de pessoas pela calçada da casa dele, Rua Vereador Francisco Patrício, e, para isso, construiu uma barreira em alvenaria. 

Com a barreira, fere o código de postura do município e os princípios constitucionais. A situação foi registrada por fotos pelo internauta Lindbergh Lopes, que ao passar sempre pela rua. Ele diz não concordar com a atitude do morador e, por isso, postou o absurdo. 

“ Semana passada me deparei com uma cena horrível, uma senhora de uns 70 anos ao passar pela calçada topou nessa parede que foi feita há pelo menos dois meses, como uma pessoa dessas tem coragem de fazer isso . Não pensa nos idosos, cadeirantes e mulheres com crianças de colo”. Disse.

O internauta ainda desabafou: Que os órgãos competentes tomem as providencias e retire essa armadilha. 


Na verdade os passeios públicos, chamadas por calçadas ( algumas obstruídas)  certamente não me causa espanto. O que espanta são os governantes usarem slogan para marca de governo e não faz nada para tirar os obstáculos que interferem na área reservada à faixa livre em diversas cidades do Brasil. 

As calçadas também deveriam ser recuperadas pela iniciativa privada, com incentivo fiscal, abatendo do IPTU as reformas necessárias para oferecer mais segurança e mobilidade ao pedestre, inclusive às pessoas com deficiência.

Quando digo que a Câmara Municipal de Cuité pouco trabalha é porque a maioria das denúncias e fiscalização parte dos próprios  cidadãos, enquanto os nobres vereadores tem feito muito pouco pelo povo, prova disso que poucos divulgam seus trabalhos no parlamento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.