sábado, 9 de dezembro de 2017

CONSELHO ESCOLAR NA GESTÃO DE EUDA FABIANA : DESVIO DE VERBAS E FRAUDE SÃO ALVOS NO MPF .

Falta de prestação de contas do programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) do Governo Federal em Cuité, os recursos estão bloqueados desde o ano de 2013 na então gestão da ex-prefeita Euda Fabiana. 


O  Secretário  de Educação Kleyton Samuel Lima Souza, disse que foram encontrados  arquivos incompletos para prestação de contas e as irregularidades encontradas tem provocado prejuízos aos cofres públicos e as escolas do município. 


Os recursos do Programa Dinheiro Direto nas Escolas-PDDE são transferidos de acordo com o número de alunos, censo escolar do ano anterior do repasse.  Diversas escolas da rede municipal de ensino foram encontradas com as estruturas físicas em ruínas.

Segundo o Secretário Kleyton a PGM entrou com representação no Ministério Público Federal contra as irregularidades e fraudes nas prestações de contas dos Conselhos Escolares das Escolas Municipais, as quais estão prejudicadas sem receber recursos do FNDE, por meio do Programa PDDE. 

“A soma do prejuízo do bloqueio dos recursos, acarretou mais de R$ 100 mil reais as Escolas do Município, devido à falta de prestação de contas dos recursos recebidos do Programa PDDE”. Disse secretário. 

É preciso investigação do MPF, quem fez parte do Conselho Escolar?  Quem era a diretora da(s) escola (s)?  Acusados de ter cometido uma série de irregularidades, que vão desde fraude ao desvio de verbas do PDDE.

O Programa  consiste na assistência financeira às escolas públicas da educação básica das redes estaduais, municipais e privadas especial mantidas por entidades sem fins lucrativos.  O objetivo desses recursos é a melhoria da infraestrutura física e pedagógica, o reforço da autogestão escolar e a elevação dos índices do IDEB. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.