quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

IMPSEC- EX-GESTORA TEM CONTAS JULGADAS IRREGULARES PELO TCE-PB

A ex-gestora do Instituto de Previdência do Município de Cuité-IMPSEC Halina Helinskia Santos teve contas reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado –TCE –PB de conformidade com relatório do Ministério Público. 

O parecer da irregularidade apontada pelo relator se refere ao exercício do ano de 2015, imputando uma multa a ex-gestora de R$ 2.000,00 ( dois mil reais)  equivalente a 42,32 UFR-PB, conforme dispõe o art. 56, II da LOTC/PB. 

Na decisão dos conselheiros do TCE recomendam a atual gestão do IMPSEC cumprir os ditames da Carta Magna e das normas infraconstitucionais aplicáveis ao Regime Próprio de Previdência, não repetindo as falhas nestes autos constatadas, promovendo, assim, o aperfeiçoamento da gestão. 

A decisão foi publicada no dia 17, pelo TCE-PB através do seu Diário Oficial Eletrônico. O Blog Dema Macedo, em dos seus artigos da semana passada noticiou fatos novos no suposto esquema de desvio de dinheiro do IMPSEC , apropriação indébita que estão sendo investigados em segredo de justiça ,  antes da gestão de Halina no Instituto de Previdência dos Servidores de Cuité. 

Hoje prestando serviço à Câmara, Halina Helinskia foi escalada pelo grupo político de Bado-Euda para fiscalizar minuciosamente a receita e despesa na gestão do prefeito Charles Camaraense.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê a sua opinião sobre esta publicação.